Escrito por 09:00 Brasil, Política

Coluna Boca Maldita de segunda, 22

Compartilhe

Tragédia
O deputado estadual Bernardo Carli faleceu ontem (22), na queda do monomotor em que viajava, na região de Paula Freitas, Sul do Estado. Com ele, morreram mais duas pessoas. Bê, como era conhecido, tinha 29 anos e estava no segundo mandato na Assembleia Legislativa. Filho de uma família tradicional de Guarapuava, foi motivo de notas públicas da governadora Cida Borghetti, o ex-governador Beto Richa, os prefeitos de União da Vitória e Guarapuava, Santin Roveda e Cesar Silvestre Filho, do deputado federal Fernando Giacobo e mais uma penca de políticos.

Investigação
A Secretaria da Segurança Pública do Paraná informa que enviou à região, odontologistas para reforçar o trabalho de identificação das vítimas – até o fechamento da coluna, apenas o corpo de Bernardo havia sido identificado. As apurações dos órgãos de aviação civil poderão identificar os motivos da queda.

Decide logo, Osmar!
“A executiva (estadual) vai discutir as nossas propostas para o governo e a coligação com o PDT de Osmar Dias”. Do senador Roberto Requião sábado (21), na convenção estadual do MDB, dando um ultimato ao ex-senador Osmar Dias, que ainda não decidiu se aceita a coligação com o time emedebista.

Dia 4
É o dia D para Osmar dizer “sim” ou “não” à Requião.

Sem vice
O PSD e mais seis partidos também fizeram convenções sábado, para confirmar a candidatura de Ratinho Junior ao Governo do Estado. A novididade, se é que pode-se dizer isto nesta época de pré-definição, é que ficou em aberto o cargo de vice da chapa de Ratinho. Ele afirmou que tem até o dia 5 de agosto para definir. É a política como ela é!

E o vice?
Aliás, até o momento, nenhum dos três principais cabeças de chapa definiu quem será será. Ao que tudo indica, Cida Borghetti, Osmar Dias e Ratinho Junior vão deixar para a última hora, lá pelo dia 5 de agosto.

Dr. Zequinha
O médico aposentado será o candidato ao governo do Estado pelo PCdoB. José Ferreira Lopes, o Doutor Zequinha, tem origem na Ação Popular (AP) e lutas contra a ditadura militar.

Controle remoto
” Nada adianta ter espaço generoso na TV e no rádio, se tiverem de ser usados para explicar contradições, desvios e incoerências”. Do senador Alvaro Dias (Podemos), que terá aproximadamente 10 segundos para falar na propaganda dos candidatos à presidência da República. “Nessa campanha, as grandes estruturas perderam para conceito, imagem, postura, passado, ficha limpa”.

Close