0 Shares 264 Views

Coluna Boca Maldita de quinta, 17

17 de maio de 2018
264 Views

Primeira ao Senado
Os bastidores políticos estão em polvorosa nesta quinta (17). Tudo por conta da possível divulgação dos números do instituto Radar Inteligência, que está registrado desde o dia 11 de maio no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A novidade da enquete é a inclusão de candidatos ao Senado. A pergunta que não quer calar é como está o humor do eleitora paranaense entre o senador Roberto Requião (MDB) e o ex-governador Beto Richa (PSDB), que aparecem como principais concorrentes as duas cadeiras que estarão em disputa no pleito de outubro.

Ficha técnica
A pesquisa foi contratada pelo JM Portal Paraná Ltda e leva o número de registro PR-03491/2018. Ao total, foram ouvidos 1.201 eleitores de 02 a 08 de maio.

Governo
A pesquisa do Radar Inteligência também vai verificar o humor dos eleitores com relação aos candidatos ao Governo do Estado. Nos últimos levantamentos, despontaram como principais nomes a governadora Cida Borghetti (PP), que vai tentar a reeleição, o deputado estadual Ratinho Junior (PSD) e o ex-senador Osmar Dias (PDT). O PT trabalha com o nome do ex-deputado federal Dr. Rosinha, mas que apareceu bem atrás nos demais levantamentos.

Presidente
O senador Requião, até então candidato a senador, decidiu pleitear a vaga de candidato à presidência da República. Em vídeo, ele informa que colocou o nome à disposição dos convencionais e vai disputar a condição de candidato com o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o preferido da cúpula do MDB nacional.

No ataque
O ex-governador Beto Richa foi o sabatinado da vez ontem (16), pela equipe de repórteres da Gazeta do Povo, na série que o portal está fazendo com pré-candidatos ao Senado do Paraná. Quem esperava um Beto acuado e na defensiva, errou na aposta. Durante a entrevista, o ex-governador foi incisivo na defesa de seu governo (de 2011 a abril de 2018) e na devolução dos golpes que tem sido alvo. “Não vou admitir que o Requião aponte o dedo sujo contra mim”, disparou.

No ataque II
Beto também não se furtou de responder e negar seu envolvimento nas acusações veiculadas pela imprensa nos últimos dias. “Tudo o que tem sido falado por delatores criminosos será esclarecido na Justiça”, reafirmou.

Requião na mira
O ministro Edson Fachin, do STF, acolhei pedido da PGR e abriu inquérito para apurar se o PT e a JBS compraram apoio de Requião e do também senador Renan Calheiros, ambos do PMDB. Eles teriam sido beneficiados com recursos nos últimos pleitos que participaram. Pelo andar da carruagem, não vai sobrar um candidato que não é alvo de denúncia ou citado em delações até outubro.

Marina em Curitiba
A presidenciável do Rede, Marina Silva, estará hoje em Curitiba. Às 18h30 ela participa, no Hotel Nacional, do lançamento da pré-candidatura de Jorge Bernardi ao Governo do Paraná e de Flávio Arns ao Senado.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.