Escrito por 9:00 Brasil

Coluna Boca Maldita de quarta, 02

Lula livre, …
… em Curitiba, milhares de integrantes do MST, MTST, sindicatos e centrais sindicais rumaram neste início de semana para uma manifestação pró-Lula na sede da Polícia Federal no Santa Cândida e Praça Santos Andrade, em frente a sede histórica da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Muitos tinham certeza que a mobilização iria culminar na liberdade do ex-presidente (PT), fato não consumado, pelo menos até o fechamento da coluna.

Caipirinhas
Fotos de integrantes das entidades, portando bandejas de caipirinhas, circularam pela internet. Não faltaram as tradicionais piadinhas envolvendo os gostos etílicos de Lula. Enfim …

PDT lá
Ao que tudo indica, o ex-senador Osmar Dias não autorizou, mas seu PDT, ou algum ato isolado de militante, se fez presente no ato Lula livre ontem em Curitiba.

Trânsito
Durante todo o feriado, a movimentação das caravanas pró-Lula acabaram atrapalhando o tráfego nas rodovias do Paraná.

Requião lá
Roberto Requião foi um dos nomes sugeridos na reunião dos dissidentes do MDB no gabinete do senador Renan Calheiros como oposição a Michel Temer como um eventual candidato à presidência. O dono da bola (e do gabinete) não quis entrar no mérito ainda. Tudo em seu tempo. As informações são de Pedro Carvalho na VEJA.

Na mira
A Procuradoria-Geral da República denunciou Lula e três ex-ministros dos governos do PT por corrupção e lavagem de dinheiro. Eles são acusados de receber propina da Odebrecht em troca de favores políticos, em 2010.

Na mira II
A denúncia foi apresentada segunda (30 de abril) ao Supremo Tribunal Federal. A denúncia se baseia em delações de executivos da Odebrecht. Foram denunciados Lula, Antonio Palocci, Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann, além do empresário Marcelo Odebrecht.

Ao Senado
O PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, tem dois pré-candidatos ao Senado no Paraná: o deputado Delegado Francischini e o professor Wilson Picler, presidente do Grupo Uninter. Nas eleições de outubro serão duas vagas na disputa por Estado.

No Governo
A governadora Cida Borghetti nomeou ontem (1º), o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT) do Paraná, Paulo Cesar Rossi como secretário especial. Ele passa a integrar a equipe do governo e será responsável pela área do trabalho. A solenidade será na sede campestre do Sintrafucarb, no Umbará, às 15 horas.

(Visited 1 times, 1 visits today)
Close