Written by 8:10 Turismo

Cidades pequenas do Paraná: poucos habitantes, grandes encantos

Das 399 cidades do Paraná, 102 têm menos de cinco mil habitantes. Outro tanto são municípios que se situam com pouco mais de dez mil moradores. E uma porção menor concentra 20 mil habitantes. Mas, isso não quer dizer que estas cidades não tenham seus atrativos, charmes e encanto. Embora pequenas, são cidades que se esforçam por apresentar um potencial turístico, principalmente voltado à própria região. Informações Bem Paraná.

A maioria, por ter vocação agrícola e estar perto da natureza, exploram estes detalhes, como Pérola, que por estar cercada por rios e riachos tem diversas piscinas naturais espalhadas por todo o município. As águas cristalinas e correntes das piscinas e a vegetação que cerca o local atraem os turistas e fortalece o turismo rural.
Também temos Altônia, que serve de porta de entrada para o Parque Nacional de Ilha Grande, no Rio Paraná, ou Mariópolis, que no outro extremo, se tornou uma das capitais da uva do Paraná.

Todas contam com boa estrutura e estão relativamente próximas de grandes cidades, que dão o apoio turístico necessário. No Noroeste, Maringá, Paranavaí e Umuarama dão o suporte preciso. No Norte, Londrina se destaca. No Oeste, Foz do Iguaçu e Cascavel são referência para os municípios menores. No Sudoeste, Pato Branco e Francisco Beltrão.

Crescimento
O Paraná registrou em 2019 crescimento no número de empresas e guias no Cadastur – sistema do Ministério do Turismo de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor. Segundo dados do Ministério, em 2018 eram 5.097 empresas cadastradas. Em 2019 o número passou para 6.280, um crescimento de 23,2%.

Os números mostram que, do percentual de aumento, 28,8% são novas agências de turismo. Também, o número de meios de hospedagens inscritos no Cadastur cresceu quase 25% no ano passado em relação ao ano de 2018, acompanhando significativos crescimentos nos outros segmentos, como, organizadora de eventos (38,8%) e transportadora turística (17,6%).

Para realizar o cadastro é só acessar www.cadastur.turismo.gov.br e seguir o passo a passo. O cadastro do Ministério do Turismo é totalmente gratuito.

Mariópolis, Terra da Uva
Localizado no Sudoeste do Paraná, Mariópolis tem pouco mais de 6 mil habitantes e a economia baseada na agricultura e no cultivo de uvas; herança deixada pelos colonizadores vindos da Serra Gaúcha, na década de 1960. Com uma produção anual de aproximadamente 1.200 toneladas da fruta, a cidade é conhecida como “Terra da Uva” e faz do carro-chefe da economia um atrativo turístico. No final de janeiro, tem a Festa da Uva e do Padroeiro São Francisco de Salles recebe aproximadamente 50 mil pessoas.

Resultado de imagem para Mariópolis, Terra da Uva

Altônia, da Ilha Grande
Na divisa com o Mato Grosso do Sul e a 120 km do Paraguai, o município de Altônia está na área do Parque Nacional de Ilha Grande, uma Unidade de Conservação Brasileira de Proteção Integral à Natureza. Um dos principais atrativos naturais locais é a Lagoa Xambrê, importante para a manutenção das espécies de peixes do Rio Paraná. De economia diversificada, Altônia é o maior produtor de limão do Estado. A cidade tem cerca de 22 mil habitantes, grande parte descendente de mineiros e nordestinos.

Resultado de imagem para Altônia, da Ilha Grande

Planalto, rural e acolhedora
Também no Sudoeste, Planalto, de 13,5 mil habitantes, foi incluído no Mapa do Turismo Nacional. Contribuiu para isso as abundantes riquezas naturais, como cascatas, trilhas ecológicas, e áreas de camping que permitem práticas esportivas. Mas, a produção rural também é importante, e explorada para o turismo. No período de safra, é possível acompanhar o processo de fabricação da cachaça diretamente de um mirante interno no Alambique Matraga. O local oferece degustação e compra da bebida.

Pérola, joia do Noroeste
Pérola, município de aproximadamente 13 mil habitantes, fica no Noroeste Paranaense. A cidade tem atrativos, como rodeio e circuito ciclístico. Além deles, trilhas rurais, cachoeira e piscinas naturais proporcionam o melhor do contato direto com a natureza. Pelas trilhas rurais do município é realizado anualmente o Circuito Internacional Vou de Bike. Ciclistas de todo o Brasil e de países vizinhos participam da competição, que faz parte do calendário oficial da cidade. As trilhas podem ser visitadas por turistas durante todo o ano.

Terra Boa, fé, natureza e Japão
O município de Terra Boa, 16,7 mil habitantes, no Centro-Oeste do Paraná, honra o próprio nome e é mesmo um bom lugar para se viver e visitar. Além da natureza, praças, templos e monumentos compõem o roteiro de turismo religioso do município. O Portal da Cidade fica na saída para Campo Mourão e dá as boas-vindas aos turistas e visitantes. Já a Praça do Japão homenageia os pioneiros de origem ou descendência japonesa que ajudaram a construir o município. O prato típico do município é a Costela da Terra.

Resultado de imagem para TERRA BOA PR JAPAO

Bom Sucesso do Sul
Como é comum no Sudoeste Paranaense, Bom Sucesso do Sul é formada principalmente por migrantes gaúchos de origem italiana. Junto com os imigrantes ucranianos e alemães, esses pioneiros foram fundamentais ao desenvolvimento do município de pouco mais de 3.200 habitantes. Festas gastronômicas, torneios esportivos e celebrações religiosas estão entre os principais eventos locais. Destaque para o Monumento Cristo da Luz. O local é um mirante que permite uma bonita visão panorâmica.

Resultado de imagem para BOM SUCESSO DO SUL PR

(Visited 34 times, 1 visits today)

Close