0 Shares 295 Views

“Cida propõe gestão “modelo Maringá” e projeto para 2053 para o estado

28 de agosto de 2018
295 Views

A governadora Cida Borghetti (PP) deixou momentaneamente de lado os temas convencionais da campanha e propôs um plano ousado para o estado. Aos representantes de sete entidades do setor produtivo local, a atual governadora apresentou a ideia do programa Masterplan Paraná 2053, que promete, em conjunto com a sociedade, traçar um planejamento a longo prazo para o estado, quando serão comemorados os 200 anos de emancipação. As informações são de Euclides Lucas Garcia, Gazeta do Povo.

Apesar de ter o comando do Executivo há quase cinco meses, Cida corre contra o tempo para reduzir a vantagem de Ratinho. Segundo o mais recente levantamento eleitoral, divulgado na semana passada pelo Ibope*, o deputado estadual do PSD tem 33% das intenções de voto contra 15% da candidata do PP. E, numa campanha mais curta do que as anteriores ─ de apenas 45 dias ─, ela decidiu fugir das propostas mais tradicionais nesta segunda-feira (27).

À elite empresarial e financeira paranaense, a governadora propôs a elaboração de “um projeto de visão de futuro e planejamento estratégico de longo prazo, que aponte diretrizes ao poder público”. O objetivo, segundo ela, é que a sociedade civil organizada possa auxiliar nas decisões estratégicas a serem tomadas pelo governo do estado ao longo dos próximos 35 anos. “Queremos um Paraná cada vez melhor. E, para isso, precisamos preparar o estado por meio de ações integradas, que nos permitirão pensar que estado é este que queremos no futuro”, afirmou.

Em Curitiba, na saída de um evento em apoio às candidaturas de reeleição do deputado federal Luciano Ducci e do deputado estadual Luiz Claudio Romanelli, ambos do PSB, Cida destacou que a inspiração vem de Maringá. Recém-eleito pela empresa de consultoria Macroplan como detentor do melhor índice de gestão municipal entre as cem maiores cidades do país, o município do Noroeste do Paraná já concluiu o planejamento socioeconômico para 2047, quando completará 100 anos. Lá, o projeto também recebeu o nome de Masterplan.

Não por acaso, Cida sempre faz questão de ressaltar o histórico da família na administração maringaense. Por quatro mandatos, a cidade foi comandada pelo sogro, Silvio Magalhães Barros (1973-1976); pelo marido, Ricardo Barros (1989-1992); e pelo cunhado, Silvio Magalhães Barros II (2005-2012).

A exemplo dela mesma ─ mas num cenário ainda mais complicado ─, o presidenciável de Cida, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), tenta reverter os maus índices nas pesquisas eleitorais. Na mais recente delas, divulgada nesta segunda-feira pelo Instituto FSB**, o tucano aparece em quarto lugar (com 6%) no cenário que cita Lula (PT) e em terceiro (com 9%) no levantamento sem o ex-presidente.

Para a governadora, no entanto, o horário eleitoral no rádio e televisão, que começa na próxima sexta-feira (31), será o divisor de águas da campanha de Alckmin. Ele é o candidato a presidente com o maior tempo na propaganda gratuita, com 5 minutos e 32 segundos, contra, por exemplo, 2 minutos e 23 segundos do segundo na lista, o petista Lula. “O Alckmin tem uma trajetória, tem história política. O tempo de televisão será uma grande vantagem para ajudá-lo a levar sua mensagem a todos os paranaenses e brasileiros”, afirmou Cida.

Metodologia das pesquisas

*Pesquisa realizada pelo Ibope de 16/ago a 22/ago/2018 com 1.008 entrevistados (Paraná). Contratada por: REDE PARANAENSE DE COMUNICAÇÃO. Registro no TSE: PR-04869/2018. Margem de erro: 3 pontos percentuais. Confiança: 95%. OBS: A pesquisa está sendo impugnada por duas representações eleitorais, ajuizadas por interessados diversos, segundo os quais a pesquisa não atendeu aos requisitos previstos na Resolução n. 23.459/TSE, especialmente quanto à insuficiente estratificação para o nível econômico dos eleitores respondentes.

**Pesquisa realizada pelo BTG/FSB de 25/ago a 26/ago/2018 com 2.000 entrevistados (Brasil). Contratada por: Instituto FSB Pesquisa. Registro no TSE: BR-06062/2018. Margem de erro: 2 pontos percentuais. Confiança: 95%.”

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.