0 Shares 203 Views

Cida destaca os 100 anos do Hospital Pequeno Príncipe

24 de setembro de 2019
203 Views

A ex-governadora do Paraná, Cida Borghetti, destacou, nesta terça-feira (29), o centenário do Hospital Pequeno Príncipe. Fundado em 1919 com o nome de Instituto de Higiene Infantil, o Pequeno Príncipe conta hoje com 370 leitos, sendo 68 de UTIs, atende 32 especialidades e realiza cerca de 22 mil cirurgias pediátricas por ano. Além de tratamentos de alta complexidade, como os oncológicos, hemodiálises e transplantes de medula óssea.

“São 100 anos de amor às crianças. Parabéns a minha amiga Ety Carneiro e a todos os profissionais que participaram ao longo dessas décadas da construção desse hospital filantrópico que é referência nacional e um grande orgulho para o Paraná”, disse a ex-governadora do Paraná.

Cida afirmou que o Hospital – que destina cerca de 70 % da capacidade para atendimentos gratuitos, via Sistema Único de Saúde (SUS) – é uma estrutura essencial nas políticas públicas de saúde do Estado. “Além disso, as práticas adotadas no dia a dia e o modelo de gestão administrativa servem de guias para outras unidades infantis no Paraná e no Brasil”.

Hospital da criança

Segundo Cida Borghetti, o Hospital da Criança de Maringá, que está em construção, foi pensado com base em exemplos de sucesso na área, como o Pequeno Príncipe e o Hospital da Criança de Brasília José Alencar.

O Hospital da Criança de Maringá terá 160 leitos com 21 especialidades, entre elas oncologia, ortopedia, cardiologia, gastroenterologia e endocrinologia. Atenderá mais de 100 municípios da macrorregião noroeste beneficiando três milhões de pessoas. Contará também com um centro de pesquisas em doenças raras.

A obra é resultado de uma parceria do Governo do Estado, prefeitura de Maringá, Governo Federal, Organização Mundial da Família (OMF) e prefeitura de Maringá. “Muito orgulho em trabalhar por essa obra como vice-governadora, depois no cargo de governadora e agora na condição de embaixadora da Organização Mundial da Família”, salientou Cida.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.