por 16:35 Sem categoria

CHICO NOROESTE TEM AUDIÊNCIAS PARA TRATAR DO CURSO DE MEDICINA EM FOZ

CHICO NOROESTE TEM AUDIÊNCIAS PARA TRATAR DO CURSO DE MEDICINA EM FOZ

O deputado Chico Noroeste (PR) inicia a próxima semana uma série de audiências que tratam de viabilizar a implantação do curso de Medicina no campus da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) em Foz do Iguaçu. A primeira delas já está marcada para a próxima terça-feira (8) com o reitor da Unioeste, Alcibíades Luiz Orlando. O encontro será às 10h30 na sede da Reitoria em Cascavel.

Chico Noroeste vai se encontrar ainda com a secretária estadual de Ensino Superior, Lygia Pupatto, em Curitiba. E também marcou uma audiência com o governador Roberto Requião. “Já apresentei projeto na Assembleia Legislativa autorizando o Governo do Estado a instalar o curso na Unioeste. Agora vou trabalhar junto com o reitor Alcibíades, a secretária Lygia e o governador Requião no sentido de viabilizar a implantação do curso o quanto antes”, disse Noroeste.

No projeto que está sob análise da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do legislativo, o deputado defende que a instalação do curso em Foz do Iguaçu vai contribuir, sobremaneira, no atendimento adequado aos 800 mil moradores da região que, na sua maioria, dependem de um sistema público de saúde.

ESTRUTURA – Com o reitor Alcibíades Orlando, Chico Noroeste pretende detalhar uma planilha de investimentos necessários para a instalação do curso – o que inclui laboratórios, equipamentos, professores e outros recursos humanos e materiais. “O campus de Foz tem condições de abrigar o curso. O que temos que fazer é detalhar os investimentos para sua instalação e fazer as previsões orçamentárias”, disse o deputado.

Junto a Requião, o deputado vai destacar a participação decisiva do Governo do Estado na construção do hospital regional de Foz. A unidade de saúde poderá, no entender de Chico Noroeste, funcionar como hospital universitário. “A falta de um hospital universitário pode ser apontado como principal entrave para a instalação, o que pode ser superado com a construção do hospital regional como já aconteceu com em Ponta Grossa”, disse.

A Universidade Estadual de Ponta Grossa viabilizou seu curso de medicina com a conclusão de um hospital regional naquela cidade. O deputado também citou o Hospital Costa Cavalcanti, com nova ala de atendimento materno e o setor de oncologia – de referência nacional – como qualificado e com estrutura para abrigar as residências médicas do curso.

DEFASAGEM – Noroeste argumenta que Foz do Iguaçu merece receber o curso de medicina porque é a quinta maior cidade do Estado, com 325 mil moradores, pólo regional que inclui outras 15 cidades e que somados aos brasileiros residentes no Paraguai e na Argentina, a rede pública de saúde da microrregião atende cerca de 800 mil pessoas.

“No entanto, dados do Conselho Regional de Medicina do Paraná, apontam 17.682 médicos ativos no estado e a microrregião do oeste de Foz do Iguaçu contribui com apenas 418 médicos, correspondendo a 2,36%. Parte desses profissionais, 138, cumpre ainda uma outra jornada de trabalho no sistema público de saúde”.

Dessa forma, segundo o deputado, constata-se a defasagem de 69,7% no quadro médico. A região também não possui a oferta de residência médica para capacitar os médicos, o que dificulta o atendimento e a ampliação por falta de especialistas.

Assembleia Legislativa do Paraná
Gabinete do Deputado Chico Noroeste

www.chiconoroeste.com.br
Assessoria de Imprensa – chiconoroeste@alep.pr.gov.br
(41) 3350-4092/4291

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com