por 13:46 Sem categoria

CHICO NOROESTE QUER CURSO DE MEDICINA EM FOZ

CHICO NOROESTE QUER CURSO DE MEDICINA EM FOZ

O deputado Chico Noroeste (PR) apresentou nesta quarta-feira (19) projeto de lei que prevê a instalação do curso de medicina no campus da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) em Foz do Iguaçu. O projeto foi lido em plenário e seguiu para análise das comissões permanentes do legislativo. Aprovado pelos deputados, a proposta segue para sanção do governador Roberto Requião.

Noroeste argumenta que Foz merece receber um curso dessa envergadura porque é a quinta maior cidade do Estado, com 325 mil moradores, pólo regional que inclui outras 15 cidades e que somados aos brasileiros residentes no Paraguai e na Argentina, a rede pública de saúde da microrregião atende cerca de 800 mil pessoas.

DEFASAGEM – “No entanto, dados do Conselho Regional de Medicina do Paraná, apontam 17.682 médicos ativos no estado e a microrregião do oeste de Foz do Iguaçu contribui com apenas 418 médicos, correspondendo a 2,36%. Parte desses profissionais, 138, cumpre ainda uma segunda jornada de trabalho no sistema público de saúde”, justifica o deputado.

Dessa forma, segundo o deputado, constata-se a defasagem de 69,7% no quadro médico. A região também não possui a oferta de residência médica para capacitar os médicos, o que dificulta o atendimento e a ampliação por falta de especialistas.

ESTRUTURA – “A instalação do curso público de Medicina no campus da Unioeste-Foz trará uma contribuição decisiva para a melhoria no atendimento à população da região. O curso se tornará um pólo aglutinador de recursos humanos com competência técnica e qualificação acadêmica em torno dos problemas de saúde da região”, disse.

“Além disse, o curso vai catalisar forças da comunidade local em torno da pesquisa, produção de conhecimentos e apontamento de soluções criativas para os problemas de maior relevância social que hoje afligem a população local”, argumenta.

Chico Noroeste aponta também a estrutura do campus da Unioeste/Foz, com sede própria, 13 cursos de graduação e cinco de pós-graduação, 400 professores, 2.067 estudantes, com condições e espaço para num curto prazo de tempo instalar os laboratórios e equipamentos necessários ao curso de Medicina.

HOSPITAIS – Outro ponto de extrema importância, segundo o deputado, para a instalação do curso, que tem a participação decisiva do Governo do Estado, é a construção do hospital regional de Foz que poderá funcionar como hospital universitário como vai acontecer com o hospital regional de Ponta Grossa.

“O Hospital Regional de Foz já recebeu R$ 8,5 milhões do Governo do Estado para suas obras e receberá outros R$ 6 milhões para instalação de equipamentos. Com essa estrutura, terá condições de abrigar as residências médicas do curso”.

O deputado também citou o Hospital Costa Cavalcanti, com nova ala de atendimento materno e o setor de oncologia – de referência nacional – como qualificado e com estrutura para abrigar as residências médicas do curso.

PESQUISA – A instalação do curso, segundo o deputado, vai proporcionar ao Município, o Estado e a comunidade da região atender adequadamente os 800 mil moradores que, na sua maioria, dependem de um sistema público de saúde.

“Pesquisa recente em Foz constatou os principais problemas da população: a violência ficou em primeiro lugar, seguida do desemprego. A saúde pública ficou em terceiro lugar entre os principais problemas enfrentados pela população. Esse projeto, junto com todas as outras ações, vem a solucionar o problema da saúde pública a médio e longo prazo em Foz e na região”, disse o deputado.

Assembleia Legislativa do Paraná
Gabinete do Deputado Chico Noroeste
www.chiconoroeste.com.br
Assessoria de Imprensa – chiconoroeste@alep.pr.gov.br
(41) 3350-4092/4291

Fechar