Centro de Especialidades Médicas de Foz do Iguaçu ganha ambulatório para acompanhar gestações de alto risco

O Centro de Especialidades Médicas (CEM) de Foz do Iguaçu passou a oferecer atendimento exclusivo a mulheres com gestação de alto risco. O ambulatório conta com um obstetra e um auxiliar de enfermagem exclusivo para as consultas. 

As pacientes serão encaminhadas por meio dos médicos e enfermeiros do programa Saúde da Família, que farão o agendamento via sistema, de acordo com a complexidade dos casos, com frequência semanal, quinzenal ou mensal. 

Segundo Elisandra de Araujo, gerente técnica do CEM, entre os equipamentos à disposição para as consultas estão o ultrassom e o cardiotocógrafo. Com a mudança, os atendimentos relacionados a esses casos saem das Unidades Básicas de Saúde e passam a ficar centralizados. 

“São aparelhos que o médico terá à disposição no consultório e ajudarão a monitorar a situação dos casos e fazer o acompanhamento conforme a necessidade. Com essa alteração, mantemos o objetivo de organizar a rede”, afirma.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Rosa Maria Jeronymo, a mudança vai permitir um melhor acompanhamento das gestações de alto risco. “O objetivo é fazer com que essas mulheres sejam atendidas de forma mais humanizada, mais próxima, além de facilitar o acesso a esses equipamentos que são fundamentais para o acompanhamento destes casos e, assim, minimizar os riscos para as mães e os bebês”, comenta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Covid-19: 90% dos adultos brasileiros já tomaram a 1ª dose da vacina

O Ministério da Saúde informou hoje (2) que o número de pessoas aptas a receberem o imunizante corresponde a 177 milhões de brasileiros. Ao todo, 159,3 milhões tomaram a primeira dose da vacina. Até o momento, mais de 372,5 milhões de doses foram distribuídas aos 26 estados e Distrito Federal.

O Brasil atingiu nesta quinta-feira a marca de 90% do público-alvo, ou seja, adultos com mais de 18 anos vacinados com a primeira dose de algum dos imunizantes contra a covid-19. Ao todo, 159,3 milhões de brasileiros iniciaram o ciclo vacinal contra a doença e 79,03% completaram o esquema com as duas doses ou dose única, de acordo com dados divulgados pelo ministério.

O país também registrou queda de 92,57% na média de óbitos desde o pico da pandemia, registrado em 19 de abril deste ano.

Novas doses

Em novembro, o governo federal comprou mais de 550 milhões de doses de imunizantes. A expectativa do Ministério da Saúde é que mais de 354 milhões de doses sejam utilizadas como reforço em 2022.

Até o momento, 14,1 milhões de pessoas estão com a imunização reforçada com a dose adicional ou de reforço. Cerca de 13,7 milhões de brasileiros entre 12 e 17 anos já tomaram a primeira dose da vacina e 3,4 milhões estão completamente vacinados com as duas doses da Pfizer.

TCU aprova concessão do Parque Nacional do Iguaçu

O TCU aprovou a proposta de concessão do Parque Nacional do Iguaçu. O relator Vital do Rêgo considerou que ICMBio atendeu, com ressalvas, o edital proposto. O tribunal fez diversas determinações que terão de ser cumpridas previamente à publicação do edital de concessão. O TCU estabelece que a minuta de contrato de concessão restrinja a aplicação do mecanismo de arbitragem para solução de controvérsias relativas a direitos patrimoniais. (foto 7)

Os três órgãos (ICMBio, Ministério do Meio Ambiente e SPP) terão de providenciar, entre outras correções, a previsão, na minuta de contrato de concessão, da obrigatoriedade de a concessionária tornar disponível ao público, periodicamente, relatórios sobre os serviços prestados pela concessionária que administrará o parque.