Written by 11:59 Sem categoria • One Comment

Caso dos bombons envenenados. Doceira confessou o crime

Delegado diz que doceira suspeita de envenenar chocolate e enviar a adolescente confessou crime

As informações,do Diário Catarinense, foram extraídas do blog da Cláudia Wasilewski

O delegado Marcel de Oliveira, da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Joinville, informou neste sábado que a doceira Margareth Aparecida Marcondes, 46 anos, suspeita de enviar bombons envenenados a uma adolescente de Curitiba no dia 12 de março, confessou o crime.

Ela estava desaparecida desde a semana passada. Foi encontrada em Barra Velha, no Norte do Estado, no começo da madrugada.

O policial informou que, além de admitir ter enviado bombons com veneno, Margareth confessou ter tentado matar o marido. Nercival Cenedezi, 49, foi encontrado na casa em que vive, em Joinville, com ferimentos na cabeça provocados por um rolo de massa.

Segundo o policial, a doceira pretendia evitar que o marido a denunciasse à polícia.

— A Margareth é uma pessoa muito confusa. Ela tem características psicopatas. É transtornada — disse o policial em entrevista à rádio CBN/Diário depois de tomar o depoimento dela.

No depoimento, destacou Marcel, a doceira disse não saber o porquê de ter enviado bombons envenenadas à adolescente do Paraná.

Margareth está presa em Joinville. Ela trabalha com doces há sete anos.

(Visited 3 times, 1 visits today)

Close