Cascavel é destaque na aplicação dos recursos no Painel Covid-19 do MP

Números do Painel Covid-19, do Ministério Público, apontam que entre as 20 cidades do Paraná que mais investiram em aquisições para o enfrentamento à pandemia, Cascavel foi a terceira com menos gastos per capita. Isso mostra eficiência e aproveitamento na aplicação dos recursos públicos.

Dados do painel apontam que Cascavel investiu, até o dia 30 de março, R$ 19,7 milhões no enfrentamento à covid-19, o que representa R$ 59,36 por habitante. Isso representa 10% do valor investido pelo município com o maior gasto, que foi de R$ 588,22 per capita.

Desde o início da pandemia, Cascavel prioriza as ações de enfrentamento à doença, mas sem deixar de lado a transparência e as compras com qualidade, mas sempre buscando o menor preço. No ano passado, Cascavel foi destaque ao aparecer em segundo lugar na questão transparência na aplicação dos recursos da Covid-19 entre os 399 municípios do Paraná, segundo ranking do próprio Ministério Público.

“Transparência e zelo com o dinheiro público precisam estar na linha de frente. O enfrentamento à Covid-19, muitas vezes, exige ações que precisam ter aquisições rápidas, mas a pressa necessária para adquirir produtos e insumos não pode ser desculpa para aplicar os recursos sem os devidos cuidados”, afirma o prefeito Leonaldo Paranhos (PSC).

Eficiência – Além de investir em aquisições de forma criteriosa, Cascavel tem se destacado também na eficiência da vacinação, liderando a vacinação contra a covid-19 entre as principais cidades do Paraná e supera, inclusive, o índice nacional.

“Cascavel tem uma equipe de vacinadores preparada, eficiente e o nosso Programa Municipal de Imunização sempre foi referência para as demais cidades do Brasil. Estamos na luta por mais vacinas, que é a grande esperança de enfrentamento ao vírus para voltarmos a uma rotina que se aproxime do normal”, avalia Paranhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ponta Grossa volta a exigir máscaras

A prefeitura de Ponta Grossa voltou a obrigar o uso de máscaras contra a covid-19 em ambientes abertos. O uso do artefato foi suspenso desde 1º de novembro. As novas medidas – uso de máscara, distanciamento social e a higiene das mãos – contra o coronavírus já estão valendo.

Iguaçuenses celebram o retorno do Natal ao Gramadão de Itaipu, na Vila A

Atrações circenses, balonismo, roda-gigante, música sinfônica, brinquedos, Papai Noel, decorações natalinas com árvore gigante, além de um belo pôr do sol, marcaram no sábado (4) a reabertura do Gramadão à comunidade de Foz do Iguaçu, após pouco mais de um ano de obras de revitalização.

A festa, que reuniu cerca de 10 mil pessoas, deu início à programação do Natal de Águas e Luzes neste que é um dos espaços de lazer mais procurados pelas famílias iguaçuenses. O ponto alto foi a apresentação da Banda Sinfônica do Exército Brasileiro, que emocionou os presentes com um repertório formado por músicas clássicas, populares e natalinas. Os músicos voltam a se apresentar no local neste domingo (5), às 20 horas.

A cerimônia contou com a participação das principais autoridades do município, que enalteceram o espírito de união entre as instituições organizadoras do Natal de Foz de Iguaçu: Itaipu Binacional, Prefeitura de Foz, Fundo Iguaçu e parceiros locais. O evento foi pensado para ser um presente à população após quase dois anos de pandemia.

Foto: reprodução