por 09:28 Sem categoria

CARTAS DE FOZ: PASSE LIVRE ESTUDANTIL

O passe livre estudantil se transformou numa das principais bandeiras de luta dos estudantes de Foz do Iguaçu. Um projeto de lei do vereador Rodrigo Cabral (PSB) colocou o tema na pauta de discussões da Câmara Municipal em setembro do ano passado.

A proposta busca garantir a gratuidade do transporte coletivo aos estudantes de cursos profissionalizantes, cursinhos pré-vestibulares e dos ensinos fundamental, médio e superior. Na capital, em Brasília e na cidade de Cascavel no Paraná, o sistema do passe livre estudantil já foi implantado e funciona.

Em Foz do Iguaçu, o projeto de Cabral foi vetado pelo Poder Executivo. A informação consta do Diário Oficial do município, edição do dia 25 de janeiro de 2011.

A justificativa para o veto é a implantação do novo sistema de transporte coletivo, o mesmo que vem gerando exaustivas reclamações, e que a matéria é competência do Executivo, devendo permanecer sob sua exclusiva autonomia.

Leia a íntegra do artigo de Yan Ygor Kramer de Jesus clicando AQUI

Siga o blog no twitter

por 09:21 Sem categoria

CARTAS DE FOZ: PASSE LIVRE ESTUDANTIL

CARTAS DE FOZ: PASSE LIVRE ESTUDANTIL

O passe livre estudantil se transformou numa das principais bandeiras de luta dos estudantes de Foz do Iguaçu. Um projeto de lei do vereador Rodrigo Cabral (PSB) colocou o tema na pauta de discussões da Câmara Municipal em setembro do ano passado.

A proposta busca garantir a gratuidade do transporte coletivo aos estudantes de cursos profissionalizantes, cursinhos pré-vestibulares e dos ensinos fundamental, médio e superior. Na capital, em Brasília e na cidade de Cascavel no Paraná, o sistema do passe livre estudantil já foi implantado e funciona.

Em Foz do Iguaçu, o projeto de Cabral foi vetado pelo Poder Executivo. A informação consta do Diário Oficial do município, edição do dia 25 de janeiro de 2011.

A justificativa para o veto é a implantação do novo sistema de transporte coletivo, o mesmo que vem gerando exaustivas reclamações, e que a matéria é competência do Executivo, devendo permanecer sob sua exclusiva autonomia.

Agora o projeto volta à Câmara. Os vereadores vão votar pela manutenção ou derrubada do mesmo, possibilitado a promulgação da matéria pelo presidente da Casa.

A União da Juventude Socialista (USJ), em Foz do Iguaçu, está à frente na luta do passe livre estudantil. Já foram feitos vários protestos pelos estudantes em frente aos órgãos públicos.

Mas, para um projeto dessa importância dar certo, é preciso uma organização ampla e inteligente. Liberar a passagem aos estudantes não é tão simples assim.

Segundo o vereador Rodrigo Cabral, o projeto precisa ser ainda melhor elaborado. As despesas não podem recair sobre as empresas, do contrário, o aumento da tarifa do transporte coletivo, mais um, seria inevitável.

Para o passe livre estudantil ser implantado com sucesso, é preciso estudar junto com o Poder Executivo a criação de uma bolsa orçamentária, para arcar com as despesas do novo benefício.

Fundamentos e realismo. Não somente liberar a passagem para estudantes. Se fosse tão simples assim, já teria sido implantado com sucesso. Mas é preciso pensar também no impacto financeiro.

A organização por parte dos próprios estudantes também é essencial. Concordo que o passe livre é um importante projeto para educação e formação dos jovens, mas é necessária uma prudente previsão orçamentária.

Yan Ygor Kramer de Jesus (Yan Califa) é editor do blog www.yancalifa.blogfatal.com, músico e estudante de Jornalismo em Foz do Iguaçu e escreve todas as semanas para o Boca Maldita.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com