0 Shares 242 Views

Cânion do Rio Jaguariaíva: Paraíso Paranaense é oitavo maior cânion do mundo em extensão

22 de agosto de 2019
242 Views

 

Se você é adepto de esportes radicais, como rafting e caiaque, ou gosta de trilhas em meio à natureza e ainda não conhece o Cânion do Rio Jaguariaíva, passou da hora de dar o primeiro passo rumo a esse paraíso paranaense. Localizado em Jaguariaíva, região dos Campos Gerais, o cânion tem pouco mais de 10 km de extensão e é formado por paredes de arenito que chegam a uma altura de até 80 metros. As informações são da Gazeta do Povo.

Toda essa beleza ainda é pouco conhecida e explorada pelo turismo paranaense e nacional, mas isso pode mudar, já que o Estado tem planos de expandir o turismo local. Além disso, o cânion tem potencial para diversas atividades de ecoturismo sem prejudicar a preservação do local.

Considerado o oitavo maior cânion do mundo em extensão, a formação geológica não tem relação com o Cânion do Guartelá, sexto maior do mundo em extensão, que também fica no Paraná. “São formações diferentes”, explica o geólogo da Secretaria De Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Gil Piekarz.

Cânions são extensos paredões formados no decorrer de milhões de anos por processos erosivos e esculpidos principalmente pela ação das águas e dos ventos. Os dois cânions “estrelas” do Estado foram formados por fenômenos diferentes, mas ambos apresentam belezas únicas.

Enquanto o do Guartelá, próximo a Ponta Grossa, ostenta 30 km de extensão, o de Jaguariaíva tem apenas 10 km, mas também tem cachoeiras e belas paisagens.

Jaguariaíva
Jaguariaíva fica a 240 km de Curitiba, próximo à divisa do estado de São Paulo. A cidade abriga o Parque Estadual do Cerrado, onde está parte da formação geológica conhecida como Escarpa Devoniana, uma Área de Preservação Ambiental que se estende por mais 13 municípios do Estado, o Parque Estadual do Vale do Codó, por onde corre o rio Jaguariaíva, o Parque Linear do Rio Capivari, com várias cachoeiras e o Parque Municipal Lago Azul com piscinas naturais formadas pelas águas do rio Lajeado Grande e a Cachoeira Véu de Noiva.

O acesso para chegar até lá e pela Rodovia PR-151 e a visitação é livre. Na cidade, há opções de pousadas e hotéis.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.