Escrito por 10:00 Cida Borghetti, Política

Câmeras de monitoramento vão aumentar segurança nas estradas, diz Cida Borghetti

Compartilhe

A governadora e candidata à reeleição Cida Borghetti apresentou, nesta quinta-feira (23) em entrevista à RIC TV, mais uma proposta para aumentar a segurança no Estado. Cida afirmou que serão instaladas câmeras de monitoramento em pontos estratégicos das rodovias paranaenses para coibir crimes, auxiliar na identificação de cargas e carros roubados e, ainda, na elucidação de crimes nas rodovias.

As câmeras terão tecnologia para identificação precisa de placas de veículos e serão conectadas a uma central de controle de monitoramento. A ideia é instalar a tecnologia em câmeras em praças de pedágio e nos totens que registram excesso de velocidade. “O mesmo totem que dá a multa, pode proteger o motorista. Isso é otimização do recurso público”, declarou a governadora.

Segundo Cida Borghetti, o crime trafega pelas rodovias, através de contrabando, tráfico de drogas e carros, cargas e caminhões roubados. “Vamos aumentar a segurança dos motoristas que trafegam pelas estradas do Paraná e inibir a prática desses crimes pelas rodovias do Estado”, disse.

Cida também afirmou que equipará regularmente as polícias militar e civil para garantir mais condições de trabalho aos profissionais. “Precisamos equipar o efetivo, oferecer cursos de formação e capacitação continuada e valorizá-los profissionalmente”, declarou.

PRIORIDADE– A segurança pública é uma prioridade de gestão, reforçou Cida Borghetti. Até mesmo a escolha do vice para compor a chapa foi determinada pela experiência na área. “Convidamos o coronel professor Malucelli pelo histórico na Polícia Militar. Ele contribuirá com sua experiência para aumentarmos a segurança no Paraná”, disse,

INTEGRAÇÃO– Além das propostas, a governadora citou os avanços em segurança pública já consolidados no Estado como criação da divisão de combate à corrupção, a integração das forças policiais e a entrega do helicóptero da Polícia Civil para fazer o monitoramento de fronteira entre Foz do Iguaçu, Paraguai e Argentina.

“O Paraná está entre os três estados que mais reduziram o número de mortes violentas no Brasil. Neste trimestre apresentamos o menor índice dos últimos 11 anos”, afirmou.

Close