por 09:34 Brasil, Destaques, Saúde

Brasil testará novo imunizante chinês a partir de maio

A pesquisa ainda necessita do aval da Anvisa para começar. Foto: Dado Ruvic/ REUTERS

A partir de maio, o Brasil deverá ter um novo teste com um antígeno contra a Covid-19. Trata-se do imunizante desenvolvido pelo Institute of Medical Biology da Academia Chinesa de Ciências Médicas. O estudo será de Fase 3, a última etapa que antecede o aval para uso emergencial ou registro definitivo pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e outras reguladoras de saúde do mundo.

A expectativa é que sejam recrutados 12.000 voluntários com idade superior a 18 anos. Não haverá, porém, restrições a profissões e ocupações específicas: todas os maiores de idade poderão participar, com exceção de dois grupos: gestantes e pessoas com detecção do vírus HIV. A pesquisa, porém, ainda necessita do aval da Anvisa para começar.

O imunizante funciona no esquema de duas doses e foi desenvolvido na plataforma de vírus inativado — muito semelhante ao processo de fabricação da CoronaVac, outra vacina chinesa testada no Brasil e aprovada pela Anvisa. A pausa entre duas doses será de 21 dias. Os resultados de eficácia devem ser conhecidos no último trimestre do ano, mas os participantes serão avaliados por 12 meses.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com