por 10:51 Brasil, Política

Brasil poderia ter 60 milhões de vacinas já em dezembro de 2020

O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse que ofereceu ao Ministério da Saúde em julho do ano passado 60 milhões de doses da coronavac. Ele confirmou o recuo do então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na compra de 100 milhões de doses em outubro, após desautorização pública do presidente da República, Jair Bolsonaro. Ainda na CPI, Dimas Covas disse que os ataques de integrantes do governo à China atrasaram a produção dos imunizantes devido à demora no envio da matéria-prima.

Fechar