por 10:30 Destaques, Economia, Foz do Iguaçu

‘Boom’ privado passa de R$ 1,5 bilhão em Foz

Mesmo em tempos de pandemia, os investimentos privados, a curto prazo, vão ultrapassar a R$ 1,5 bilhão e criar centenas de empregos em Foz do Iguaçu na primeira (obras) e segunda fases (operação). Quatro empreendimentos anunciados nos últimos dois meses – aquafoz (R$ 100 milhões), Day Medical Center (R$100 milhões), Duty Free Cell Shop (R$ 25 milhões), ampliação do Cataratas JL Shopping (R$ 50 milhões) – já somam R$ 275 milhões. 

“Pouco a pouco, os investimentos em todas as áreas estão voltando. Veja que somando as obras custeadas pela Itaipu Binacional, o conjunto de obras da prefeitura e as obras da iniciativa privada, podemos chegar a R$ 4 bilhões de investimentos e uma frente de trabalho de cinco mil empregos. É o novo ciclo econômico que se avizinha, que está logo ali, muito próximo”, disse o prefeito Chico Brasileiro.

O setor imobiliário vai ter um verdadeiro ‘boom’ de empreendimentos que podem passar fácil dos R$ 800 milhões.

Habitação – Conforme o Secovi (sindicato de habitação) só na região da Perimetral Leste entre as avenidas Felipe Wandscheer e República Argentina terá a construção de conjunto residencial com mais de 400 unidades(R$ 100 milhões – valor total de vendas) já aprovado, e a implantação de um loteamento com 800 unidades (R$ 120 milhões),

Em condomínios verticais, o Secovi prevê mais de 10 lançamentos a curto prazo. Levando em conta a média de R$ 50 milhões por condomínio, chega-se a R$ 500 milhões. Na rua Santos Dumont, um prédio de 30 andares será erguida com 240 unidades (valor médio de R$ 700 mil por unidade), ao lado Ministério Público na rua Epifânio Sosa, outro prédio de 15 andares com 100 unidades (R$ 700 mil cada unidade, em média). E no Parque Monjolo, um empreendimento de 16 andares e 30 unidades (R$ 900 mil, preço médio estimado de cada unidade).
  
O Secovi registra um aumento de demanda em locação e procura de imóveis para compra. Há ainda investimentos de incorporadoras em projetos de novas construções verticais e horizontais, acima da média dos últimos anos, para imóveis de 400 e 500 unidades e conjuntos de lojas de até 1,5 mil metros quadrados.

“As empresas querem se instalar em Foz do Iguaçu. Temos um contexto diferenciado em relação ao estado e ao país. Foz do Iguaçu tem esse privilégio e isso faz com que acreditamos e confiamos no segmento imobiliário e que as coisas vão ficar cada dia melhor”, disse o presidente do Secovi, Jilson Pereira.

Empreendimentos – A Construtora JL anuncia nesta quinta-feira (15), a expansão do Cataratas Shopping que será ampliado em 10 mil m² de área locável, um aumento de 40% do empreendimento, que é de 24 mil m² e 68 mil m² de área total. A ampliação terá novas vagas de estacionamento, salas de cinema, restaurantes, elevadores e escadas rolantes. Com os investimentos, o shopping terá nova fachada e poderá ganhar até 40 novas lojas. A construtora não passou o valor do investimento, mas estima-se que passe dos R$ 50 milhões.

Com investimento de R$ 100 milhões, o Day Medical Center vai entregar, a partir de junho de 2023, um edifício de 16 andares na rua Benjamim Constant com salas espaços comuns para atender serviços exclusivos na área da saúde. A nova estrutura faz parte de um projeto para tornar Foz do Iguaçu o “Hub de Saúde das Américas” que terá como um dos focos as cirurgias de pequena e média complexidade, como as intervenções plásticas, dermatológicas, oftalmológicas e otorrinolaringológicas.

O objetivo é incentivar também, o turismo de saúde que motiva o turista a viajar para fazer tratamentos médicos e cirurgias, ou para qualquer tipo de cuidado na área, aproveitando o potencial turístico de Foz e região.

O grupo Cellshop Importados abriu a maior loja duty free – com dois mil metro quadrados – dentro de um shopping center no Brasil. A estrutura, que recebeu investimento de R$ 25 milhões e criou nesta primeira etapa 70 empregos diretos. Outras duas lojas (sem taxas) vão se instalar em Foz: uma no aeroporto internacional Cataratas e outra na Avenida Brasil entre a rua Edmundo de Barros e Avenida Jorge Schimmelpfeng.

Outro empreendimento de R$ 100 milhões, o AquaFoz será construído em área de 23 mil metros quadrados ao lado da entrada do Parque Nacional do Iguaçu, ao lado do Centro de Visitantes, na BR-469. A obra será iniciada já no segundo semestre deste ano e tem previsão de conclusão em 24 meses. O aquário contará com diversos tanques e várias espécies de água doce e de ecossistemas marinhos que somarão um volume total de aproximadamente 3,5 milhões de litros de água.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com