por 12:37 Destaques, Foz do Iguaçu, Jair Bolsonaro

Bolsonaro tem nova agenda em Foz

Visita do presidente está marcada para o dia 25 de fevereiro, quando ele vai anunciar a revitalização do Linhão de Furnas – investimento de R$  1 bilhão custeado pela Itaipu

O presidente Jair Bolsonaro estará novamente em Foz do Iguaçu. A agenda da quinta visita presidencial está marcada para o final do mês – a data ainda não foi fechada, a princípio será no dia 25 – para o lançamento do projeto de revitalização da linha de transmissão de Furnas que leva energia da usina de Itaipu para as regiões Sudeste e Centro Oeste. A obra é bancada pela margem brasileira da binacional. O ministro Bento de Albuquerque é o dono da pauta.

A revitalização terá investimento de R$ 1 bilhão. Há 30 anos não se faz nenhuma melhoria neste sistema, que é vital e garante segurança energética para o País.

Esta será a quinta visita de Bolsonaro a Foz e a oitava ao Paraná durante o exercício de seu mandato. A primeira viagem a Foz foi em fevereiro de 2019, para a posse do general Joaquim Silva e Luna como diretor-geral brasileiro da Itaipu; a segunda, em maio do mesmo ano, para o lançamento da pedra fundamental da Ponte da Integração; e em agosto de 2020, para o lançamento da pedra fundamental da duplicação da Rodovia das Cataratas.

Na última visita, em 1º de dezembro, Bolsonaro encontrou com o presidente do Paraguai, Mário Abdo Benitez, e vistoriaram as obras da Ponte da Integração, com quase metade da construção pronta, prevista para ser entregue em maio de 2022.

Obras da Itaipu – Ainda na quinta-feira, 11, Bolsonaro destacou novamente o desempenho do presidente da Itaipu Binacional, Joaquim Silva e Luna, e das obras custeadas pela binacional, principalmente na região oeste do Paraná. “Antes, as estatais davam prejuízos de dezena de bilhões de reais, agora dão lucro de dezena de bilhões de reais. Olha a Itaipu, coloquei lá um general, convidei o Silva e Luna, sabe quanto ele investiu ano passado em obras na região? R$ 2,5 bilhões”, disse Bolsonaro em live no Palácio do Planalto.

Bolsonaro ainda relatou parte das obras: “Duas pontes, alongamento da pista (do aeroporto local), tem a revitalização da Rodovia da Boiadeira, que vai começar a ser feita lá e atende mais de 20 municípios de algumas regiõe do Paraná”.

A revitalização da Estrada da Boiadeira faz parte de um conjunto de obras financiadas pela margem brasileira de Itaipu que, juntas, somam algo em torno de R$ 2,5 bilhões em investimentos, incluindo o aporte na revitalização do linhão de Furnas.

Entre as obras estão a Ponte da Integração Brasil-Paraguai (entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco), com metade da construção concluída, a ampliação do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), a duplicação da BR-469 (a Rodovia das Cataratas), com início de trabalhos previstos para o primeiro trimestre, a ampliação da pista do Aeroporto Internacional do Iguaçu.

Outras obras importantes financiadas pela Itaipu na região, em parceria com o governo do Estado, são os contornos de Guaíra e Cascavel e a revitalização da Ponte Ayrton Senna, em Guaíra, principal ligação do Estado com o Mato Grosso do Sul. “São investimentos que abrem novas frentes de emprego, essenciais nesta fase da economia, e melhoram o perfil da região”, disse Silva e Luna

PCHs – “Pergunta para o governador Ratinho (Junior) se ele quer que a binacional passe para outro estado? Parabéns ao Ratinho com sua política de PCH, pequenas centrais elétricas, vai terminar seu mandato com aproximadamente 70 PCHs e tem PCH que dá conta de uma cidade de 30 mil habitantes. Energia é tudo, e nós estamos facilitando a construção de PCHs, e teve uma que estive lá no Paraná, a tecnologia e maquinário é 100% brasileiro, isso é uma coisa excepcional”, completou Bolsonaro na sua live.

Visita do presidente está marcada para o dia 25 de fevereiro, quando ele vai anunciar a revitalização do Linhão de Furnas – investimento de R$  1 bilhão custeado pela Itaipu

O presidente Jair Bolsonaro estará novamente em Foz do Iguaçu. A agenda da quinta visita presidencial está marcada para o final do mês – a data ainda não foi fechada, a princípio será no dia 25 – para o lançamento do projeto de revitalização da linha de transmissão de Furnas que leva energia da usina de Itaipu para as regiões Sudeste e Centro Oeste. A obra é bancada pela margem brasileira da binacional. O ministro Bento de Albuquerque é o dono da pauta.

A revitalização terá investimento de R$ 1 bilhão. Há 30 anos não se faz nenhuma melhoria neste sistema, que é vital e garante segurança energética para o País.

Esta será a quinta visita de Bolsonaro a Foz e a oitava ao Paraná durante o exercício de seu mandato. A primeira viagem a Foz foi em fevereiro de 2019, para a posse do general Joaquim Silva e Luna como diretor-geral brasileiro da Itaipu; a segunda, em maio do mesmo ano, para o lançamento da pedra fundamental da Ponte da Integração; e em agosto de 2020, para o lançamento da pedra fundamental da duplicação da Rodovia das Cataratas.

Na última visita, em 1º de dezembro, Bolsonaro encontrou com o presidente do Paraguai, Mário Abdo Benitez, e vistoriaram as obras da Ponte da Integração, com quase metade da construção pronta, prevista para ser entregue em maio de 2022.

Obras da Itaipu – Ainda na quinta-feira, 11, Bolsonaro destacou novamente o desempenho do presidente da Itaipu Binacional, Joaquim Silva e Luna, e das obras custeadas pela binacional, principalmente na região oeste do Paraná. “Antes, as estatais davam prejuízos de dezena de bilhões de reais, agora dão lucro de dezena de bilhões de reais. Olha a Itaipu, coloquei lá um general, convidei o Silva e Luna, sabe quanto ele investiu ano passado em obras na região? R$ 2,5 bilhões”, disse Bolsonaro em live no Palácio do Planalto.

Bolsonaro ainda relatou parte das obras: “Duas pontes, alongamento da pista (do aeroporto local), tem a revitalização da Rodovia da Boiadeira, que vai começar a ser feita lá e atende mais de 20 municípios de algumas regiõe do Paraná”.

A revitalização da Estrada da Boiadeira faz parte de um conjunto de obras financiadas pela margem brasileira de Itaipu que, juntas, somam algo em torno de R$ 2,5 bilhões em investimentos, incluindo o aporte na revitalização do linhão de Furnas.

Entre as obras estão a Ponte da Integração Brasil-Paraguai (entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco), com metade da construção concluída, a ampliação do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), a duplicação da BR-469 (a Rodovia das Cataratas), com início de trabalhos previstos para o primeiro trimestre, a ampliação da pista do Aeroporto Internacional do Iguaçu.

Outras obras importantes financiadas pela Itaipu na região, em parceria com o governo do Estado, são os contornos de Guaíra e Cascavel e a revitalização da Ponte Ayrton Senna, em Guaíra, principal ligação do Estado com o Mato Grosso do Sul. “São investimentos que abrem novas frentes de emprego, essenciais nesta fase da economia, e melhoram o perfil da região”, disse Silva e Luna

PCHs – “Pergunta para o governador Ratinho (Junior) se ele quer que a binacional passe para outro estado? Parabéns ao Ratinho com sua política de PCH, pequenas centrais elétricas, vai terminar seu mandato com aproximadamente 70 PCHs e tem PCH que dá conta de uma cidade de 30 mil habitantes. Energia é tudo, e nós estamos facilitando a construção de PCHs, e teve uma que estive lá no Paraná, a tecnologia e maquinário é 100% brasileiro, isso é uma coisa excepcional”, completou Bolsonaro na sua live.

Fechar