por 16:09 Destaques

Bolsonaro mente e atribui a Randolfe compra da Covaxin, assinada pelo governo

O presidente Bolsonaro foi ao Facebook nesta segunda (19) contar mais uma mentira: acusou o senador Randolfe Rodrigues de “negociar” a Covaxin e comprar “sem licitação” 20 milhões de doses, o que é exatamente o que o governo federal fez.

“Olha quem queria comprar a Covaxin sem licitação e sem a certificação da ANVISA”, escreveu o presidente, exibindo trecho de um vídeo gravado pelo senador em 5 de abril“O Sen Randolfe negociou, em 05/abril/2021, até mesmo a quantidade de vacinas: 20 milhões”.

Tudo o que o presidente escreveu é falso. O governo federal assinou o contrato para 20 milhões de doses da Covaxin em 25 de fevereiro, portanto mais de um mês antes de Randolfe gravar o vídeo.

Reprodução/Ministério da Saúde

Leia mais em O Antagonista

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com