por 11:00 Brasil

Bolsonaro estaria apreensivo com quebra de sigilos na CPI que poderia ‘ferrar’ o governo, diz mídia

Segundo comentários que correm no Palácio do Planalto, o presidente estaria tenso com relatórios que estão chegando à CPI da Covid, e tem medo de que informações que venham à tona possam prejudicar seu mandato.

De acordo com o blog do jornalista Vicente Nunes do Correio Braziliense, Bolsonaro estaria muito preocupado com o desenrolar dos fatos investigados na CPI da Covid, e, segundo pessoas próximas ao presidente, ele estaria com medo da CPI “ferrar” o governo.

Ontem (10), foi um dia que pode exemplificar o “medo” do presidente, já que um relatório com uma chamada telefônica transcrita entre ele e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, chegou às mãos dos senadores da CPI. Na ligação, Bolsonaro teria pedido insumos de hidroxicloroquina ao premiê para empresas privadas brasileiras.

Também há suspeitas entre os senadores de que integrantes do Palácio do Planalto receberam propina de laboratórios fabricantes de cloroquina, e sendo assim, assessores do presidente já estariam correndo para averiguar até que ponto a quebra de sigilos pela CPI pode atingir o Planalto, segundo o jornalista.

Nunes também acredita que o presidente está tentando criar estratégias para desviar a atenção da população sobre as recentes investigações, por exemplo, o fato de Bolsonaro ter declarado ontem (10) que quem já se infectou ou tomou a vacina contra a COVID-19 não precisaria mais usar máscaras de proteção, seria uma delas.

A quebra de sigilo de pessoas “íntimas” do presidente, como a do ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello e do ex-chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, pela CPI da Covid noticiada ontem (10) também estaria causando alvoroço no Planalto, pois pode ajudar a complicar o governo.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com