Written by 14:08 Sem categoria

BOLÍVIA AGRADECE APOIO DE REQUIÃO PARA PORTO NO TERRITÓRIO PARAGUAIO

BOLÍVIA AGRADECE APOIO DE REQUIÃO PARA PORTO NO TERRITÓRIO PARAGUAIO

O senador boliviano Abrão Cuellar Araújo agradeceu nesta terça-feira (29) o apoio do governador do Paraná, Roberto Requião, a instalação de um porto boliviano no Rio Paraguai, em território paraguaio. “Em nome do povo boliviano, agradeço o governador Requião – do qual tenho uma referência excelente de um lutador por justiça social, pela paz. É um apoio de grande importância porque pode permitir à Bolívia o acesso ao Oceano Atlântico. Se o Paraguai aprovar esta proposta, vai ajudar muito a economia boliviana para melhorar as exportações dos nossos produtos”, disse Araújo ao participar da Escola de Governo.

“Quero agradecer esta palavra de muita importância do governador Requião e seguramente vai trazer impacto social e econômico na América Latina e no futuro se pode completar através de convênios bilaterais, trilaterais entre Paraguai, Brasil e Bolívia para que isto a sua vez possa se converter numa realidade”, completou o senador antes do seu embarque do retorno à Bolívia.

Para os bolivianos, segundo Cuellar Araújo, é um sonho ter mar e tendo uma saída ao mar não somente para o tema de exportação de seus produtos, também para a integração da Bolívia à América Latina e ao mundo. “Nós agradecemos muito deveras esta sugestão do governador do Paraná e para nós é o agradecimento mais profundo do povo boliviano”.

A proposta de Requião, aprovada na plenária final do Fórum Social do Mercosul, fecha cicatrizes históricas entre as duas nações, abertas durante a chamada Guerra do Chaco (1932 a 1935). O conflito, articulado pelo governo da Inglaterra, tinha como meta a disputa territorial pela região do Chaco Boreal, onde havia sido descoberta uma reserva de petróleo no sopé dos Andes. Mais de 90 mil pessoas (60 mil bolivianos e 30 mil paraguaios) morreram durante o conflito, que terminou com a derrota da Bolívia.

“É uma recomendação ao nosso irmão e companheiro (Fernando Armindo) Lugo Mendez: que abra um espaço no Rio Paraguai para que ali se instale um porto boliviano. Desta forma dando um passo importante e necessário para a unificação da América do Sul”, disse Requião, ainda na abertura do fórum, sábado (26), em Curitiba.

Requião apontou a sugestão como uma proposta concreta de integração regional baseada na generosidade, na solidariedade, na fraternidade. São esses elementos que devem estar presentes na integração entre os povos e os países da América do Sul, salientou o governador aos participantes do fórum.

O governador fez questão de salientar também que as relações entre Paraguai e Brasil, com o novo governo no país vizinho, de maneira alguma serão abaladas, com a eleição de Fernando Lugo. “As questões entre os dois países serão tratadas com a generosidade que o Paraguai merece. Tenho conversado sobre isso com o ministro Celso Amorim (Relações Exteriores) e com o presidente Lula”, declarou Requião.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Close