Poolbliq Comunicação cria novo layout do Boca Maldita

Poolbliq Comunicação cria novo layout do Boca Maldita

Prestes a completar o 8º aniversário, o Boca Maldita se prepara para mais uma cobertura das eleições no Paraná com novidades para os amigos e amigas leitores. O layout do blog foi totalmente redesenhado. A mudança visa atender um público cada vez maior de acessos a partir de dispositivos móveis (tablets e celulares – que agora contam com versão adaptada) e também na melhor distribuição dos elementos na página, deixando a leitura mais ágil e leve, além de facilidade de compartilhamento nas redes sociais.

Quem assina o novo layout é a agência Poolbliq Comunicação, de Curitiba, especializada em marketing digital e redes sociais.

Vale lembrar que as atualizações do blog estão também disponíveis nas mídias sociais, no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Romanelli volta a defender ampliação de benefício fiscal do ICMS a empresas de tecnologia


O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) voltou a defender nesta segunda-feira, 15, a ampliação do benefício fiscal de ICMS às empresas da área de tecnologia instaladas em mais três cidades, além de Pato Branco – que já abriga um polo tecnológico, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão e Dois Vizinhos. 

O Governo do Estado pediu a retirada do projeto de lei, apresentado na sessão de abertura dos trabalhos legislativos, que estende o benefício a empresas dos setores de informática, telecomunicações e eletroeletrônicos instaladas em Cornélio Procópio e em mais três cidades paranaenses.

“É importante que outras cidades também sejam beneficiadas com esse incentivo, que vai contribuir para a geração de emprego e facilitar a instalação de empresas de tecnologia em outras regiões do Estado”, disse. 

A proposta apresentada no começo do mês garante as mesmas condições a empresas que trabalham na área em Cornélio Procópio, Londrina, Campo Mourão e Guarapuava, que possuem campus da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná).

Com a aprovação da matéria, diz Romanelli, outros municípios paranaenses também terão diferimento fiscal no ICMS. “O Paraná precisa ampliar o rol de municípios aptos a atraírem empresas de tecnologia e fabricação de produtos eletrônicos, de telecomunicação e de informática com os benefícios fiscais extensivos a outras cidades. É dessa forma que o Paraná vai se destacar no circuito tecnológico nacional”, avalia o deputado.

Apoio —
 O presidente do legislativo, Ademar Traiano (PSDB). e o deputado Tiago Amaral (PSB) também apoiaram a defesa de Romanelli, em favor dos municípios paranaenses. Traiano informou que, a pedido da Casa Civil, o projeto de lei foi retirado, com a alegação inicial de que, da forma como está, Pato Branco, que é o maior beneficiado atualmente, seria prejudicado. Para Traiano, as empresas que já contam com o diferimento fiscal, não têm motivo para se transferir a outros centros, que também serão beneficiados.

Já o deputado Tiago Amaral defendeu que, com o benefício estendido a todo o Estado, o Paraná poderá ser incluído em pouco tempo no circuito da indústria tecnológica. Ele citou o exemplo de Londrina, considerada a cidade onde há maior número de empresas inovadoras na criação de startups. “Empresas de outras regiões do Paraná, que disponibilizam essa tecnologia, vão ajudar no fortalecimento das já existentes, ampliando o ciclo industrial tecnológico do Estado”, avalia.

Para Romanelli, ao ampliar o benefício a todas as cidades, o Paraná estimula a implantação de espaços para a criação e desenvolvimento de tecnologia, que concentrem recursos humanos, laboratórios e equipamentos e incentivem a formação de processos, produtos e serviços industriais que destaquem o Estado em todo o país.

A matéria garante recolhimento diferido de ICMS correspondente à importação de componentes, partes e peças para fabricação de produtos de informática, eletroeletrônicos e de telecomunicações recebidas do exterior. Com isso, fica concedido crédito fiscal de ICMS correspondente a 80% do valor do imposto destacado na venda destes produtos, quando da operação de saída resultante da industrialização.

Para utilizar o benefício, as empresas devem, obrigatoriamente, incorporar “softwares” produzidos e/ou desenvolvidos em território brasileiro, preferencialmente em incubadoras, e os municípios no entorno dos campi da UTFPR têm condições suficientes de produzir e desenvolver equipamentos tecnológicos e softwares que podem ser utilizados em larga escala no Brasil. “É uma proposta para inserir o Paraná no circuito tecnológico nacional, garantindo as mesmas condições de competitividade dos demais estados”, disse Romanelli.

Prefeito Chico Brasileiro assina primeiro contrato digital da administração municipal

A partir desta segunda-feira, documentos da administração municipal serão substituídos pelo Sistema de Informações Digitais (SID)

O primeiro contrato digital da Prefeitura de Foz do Iguaçu foi assinado pelo prefeito Chico Brasileiro na tarde desta segunda-feira, 01. A assinatura marcou o início da extinção do uso do papel na administração municipal, gerando uma economia de R$ 500 mil por ano, além de maior celeridade e transparência.

A partir desta segunda-feira, conforme os decretos 2.8900 e 2.8901 está vedada a tramitação interna em papel de documentos como decretos, memorandos internos, pareceres, processos licitatórios e outros. Os papéis serão substituídos pelo Sistema de Informações Digitais (SID), que possibilita os despachos por meio de assinatura eletrônica.

O primeiro contrato assinado digitalmente foi com a STI Telecom Eireli, para o transporte de dados via fibra óptica entre todos os órgãos da Prefeitura, incluindo escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), Unidades Básicas de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), entre outros.

Para o prefeito Chico Brasileiro, além da economia nas despesas com papel, transporte e guarda dos documentos, a mudança é significativa também pela maior transparência nas ações da administração municipal. “Vai contribuir muito com o processo de transparência, porque os contratos automaticamente subirão para o Portal da Transparência, com todos pareceres e fases do processo, e ficarão disponíveis para o cidadão acessar”.

Ainda segundo o prefeito, a Prefeitura fica, a partir de então, mais moderna. “A Prefeitura entra numa nova era de avançar, até que a gente consiga eliminar o papel em todos os setores. Este é o objetivo”.

Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-47346