por 05:03 Sem categoria

Biblioteca Pública do Paraná faz 150 anos

A Biblioteca Pública do Paraná completa hoje 150 anos de atividades. A instituição abriu as portas junto ao Colégio Estadual do Paraná… No entanto, já em 1980 o acervo e o número de usuários já havia tomado conta de todo o lugar. Hoje, cerca de três mil usuários passam lá por dia, sendo que em alguns há picos de seis mil. Além disto, há gente que busca o espaço não apenas para emprestar um livro, ler ou estudar. O local virou também um centro cultural e são oferecidas oficina de poesia, além de apresentações teatrais, de dança, música, cinema, cursos, palestras e são realizados até debates. – trechos da matéria de  Elizangela Wroniski no Estadinho. Leia matéria completa em Reportagens.

por 04:57 Sem categoria

Biblioteca Pública do Paraná faz 150 anos

Biblioteca Pública do Paraná faz 150 anos

Elizangela Wroniski – O Estado do Paraná

A Biblioteca Pública do Paraná (BPP) completa hoje 150 anos de atividades. A instituição abriu as portas junto ao Colégio Estadual do Paraná, criado um ano antes com o nome de Liceo de Coritiba. Eram apenas 294 volumes e tinha o objetivo de atender às necessidades dos estudantes do Liceo. 

Hoje, um século e meio depois, a Biblioteca Pública do Paraná possui um acervo de 500 mil volumes, atendendo um público bem variado, tendo inclusive obra raríssimas, como Orlando Furioso, de Ludovico Ariosto, datado de 1584. Toda a trajetória da instituição poderá ser conferida no livro Biblioteca Pública do Paraná – Sua História, do professor Ernani Straube, que será lançado hoje durante as comemorações do 150.º aniversário.

Em um século e meio de vida, a BPP conservou muita história para contar. No início, quando foi criada, tinha o objetivo apenas de atender os alunos do recente Liceo de Coritiba. Na época, foram gastos quatro contos, trezentos e onze mil e seiscentos e quarentas réis para a compra dos 294 livros. Hoje, o valor dos 500 mil volumes é inestimável já que na BPP há livros raríssimos, que permanecem o tempo todo guardados em cofres. Para conhecê-los, só com a prévia autorização da instituição ou através da microfilmagem.

Antes de chegar à sede atual, inaugurada em 1954, com a presença do então presidente da República, João Café Filho, e do governador Bento Munhoz da Rocha, a instituição passou por 12 sedes e pertenceu até ao município. Na época, quando o prédio foi inaugurado no centro de Curitiba, falava-se que nem no ano 2000 seria usado todo o seu espaço. A instituição contava apenas com 26.239 livros, 1.556 periódicos e 6.246 folhetos.

No entanto, já em 1980 o acervo e o número de usuários já havia tomado conta de todo o lugar. Hoje, cerca de três mil usuários passam lá por dia, sendo que em alguns há picos de seis mil. Além disto, há gente que busca o espaço não apenas para emprestar um livro, ler ou estudar. O local virou também um centro cultural e são oferecidas oficina de poesia, além de apresentações teatrais, de dança, música, cinema, cursos, palestras e são realizados até debates.

No ano passado, a BPP sofreu um duro golpe. Foram furtados do seu acervo de obras raras 180 volumes, representando 109 títulos, num valor aproximado de R$ 500 mil. O crime está sendo investigado pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e pela Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba. Já foram feitas até diligências no estado de São Paulo em busca das obras. Depois do ocorrido, a instituição adotou novas medidas de segurança para evitar que o problema se repita.

As comemorações do 150.º aniversário começam hoje com o lançamento do livro que conta a trajetória da instituição. O autor do livro tem diversas obras publicadas, é vice-presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, ocupa a cadeira número 12 da Academia Paranaense de Letras, entre outros títulos. Este mês também será realizada uma exposição que reúne 30 cartazes sobre as transformações que ocorreram na instituição, principalmente no que se refere ao atendimento ao usuários, entre outras atividades.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com