por 12:12 Sem categoria

Beto Richa é campeão em gastos com propaganda entre os prefeitos do país

Farra publicitária
Beto Richa é campeão em gastos com propaganda entre os prefeitos do país

Com gastos superiores a R$ 128 milhões, o prefeito Beto Richa (PSDB)pode ser considerado o rei da propaganda entre os prefeitos brasileiros. A prefeitura de Curitiba gasta mais em publicidade – tanto em valores quanto proporcionalmente – do que as principais capitais do país: Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), São Paulo (SP), Rio deJaneiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Goiânia (GO), Salvador (BA), Recife(PE), Fortaleza (CE) e Manaus (AM).

O prefeito de Curitiba disse, no debate da Band TV, que gastou R$ 32 milhões em 2008 – R$ 24 milhões em propaganda e R$ 8 milhões em publicidade. Como os gastos do último ano de administração devem ser a média dos últimos três anos, logo, Beto Richa gastou mais R$ 96 milhões entre 2005 e 2007.

Esses valores devem ser maiores do que o prefeito divulgou no debate. O orçamento da Secretaria de Comunicação de Curitiba para 2008 é de R$ 14 milhões, mas já em fevereiro Beto Richa assinou aditivo para as cinco agências (By Vivas, CCZ, Exclam, Master e Visão) no valor de R$ 24 milhões, o que dá a bagatela de R$ 38 milhões. O pior, a prefeitura já gastou em seis meses, 90% do previsto entre orçamento e aditivos.

SUL – Curitiba é a que gasta mais na região Sul: Porto Alegre vai gastar R$ 15 milhões em propaganda em 2008 e Florianópolis, R$ 3,5 milhões. A capital gaúcha tem 1,4 milhão moradores e orçamento de R$ 2,8 bilhões. A capital catarinense tem 396,8 mil habitantes e orçamento de R$ 963 milhões para 2008. Porto Alegre gasta R$ 10,5 por habitante e a propaganda de Florianópolis representa 0,36% do seu orçamento para 2008.

A propaganda Beto Richa custa R$ 21,14 por habitante e corresponde a 1,18% do orçamento de R$ 3,2 bilhões – proporcionalmente os maiores custos entre as capitais já citadas. "Vamos inverter essa prioridade.Propaganda não será mais prioritária a partir de 2009. Os recursos gastos serão usados em mais escolas, creches e postos de saúde", disse Carlos Moreira, candidato à prefeito pelo PMDB e número 15 na urna eletrônica.

SUDESTE – Beto Richa gasta mais em propaganda do que São Paulo (R$ 36,6 milhões), Rio de Janeiro (R$ 4,3 milhões) e Belo Horizonte (R$ 25,5 milhões). As três principais cidades do Sudeste têm 10,8 milhões, 6 milhões e 2,4 milhões habitantes, respectivamente. E os orçamentos de R$ 25,2 bilhões (SP), R$ 10,9 bilhões (Rio) e R$ 5 bilhões (BH).

São Paulo gasta R$ 3,36 por habitante e 0,14% do orçamento em propaganda. Rio de Janeiro fica com R$ 0,70 per capita e 0,03%(orçamento) enquanto que Belo Horizonte, R$ 10,3 (per capita) e 0,51% do orçamento.

NORDESTE – Os gastos de propaganda de Curitiba são maiores do que as três principais capitais do Nordeste: Salvador(R$ 27,6 milhões), Recife (R$ 24,5 milhões) e Fortaleza (R$ 22,2 milhões). Parte desses gastos já está incluindo promoção e divulgaçãodo turismo das três cidades. Mesmo assim em relação custo per capita epercentual do orçamento, o prefeito curitibano está na frente.

Salvador tem orçamento de R$ 2,6 bilhões e 2,9 milhões habitantes – R$ 9,54 e 1,06% em comparação custo per capita e percentual orçamentário. Recife tem 1,5 milhão moradores e orçamento de R$ 1,4 bilhão e Fortaleza 2,4 milhões moradores e R$ 2,9 bilhões de orçamento. Curitiba só perde se comparar os gastos da prefeitura de Recife com orçamento. No restante, a capital do Paraná continua na frente.

CENTRO OESTE/NORTE – O prefeito Beto Richa ainda gasta mais do que duas das principais cidades do Centro-Oeste e Norte. Gasta mais do que Goiânia em propaganda (R$ 13,5 milhões) e Manaus (R$ 15 milhões). Os orçamentos das duas cidades são de R$ 2,1 bilhões(Goiânia) e R$ 1,6 bilhão (Manaus). A capital de Goiás tem 1,2 milhão moradores e a capital do Amazonas, 1,6 milhão. A propaganda em Goiânia custa R$ 10,6 por habitante e 0,62% do orçamento e em Manaus, R$ 9,10 e0,93%.

"Nas cidades pesquisadas há uma grita geral de que os prefeitos já gastam muito em propaganda. É um dos principais temas dos debates eleitorais. Imaginem quando constatarem os gastos da propaganda de Curitiba. Com R$ 128 milhões se constrói 128 escolas, 8,5 mil casas populares, 510 postos de saúde e 510 creches. É um absurdo. É a farra dos gastos de propaganda", disse o presidente do PDMB, Doático Santos.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com