por 18:02 Sem categoria

Base de apoio na AL deverá ter 32 deputados, afirma Iatauro

Base de apoio na AL deverá ter 32 deputados, afirma Iatauro

Para o secretário, a liberação de recursos para Curitiba confirma a administração isenta de discriminações partidárias

O secretário-chefe da Casa Civil, Rafael Iatauro afirmou nesta quarta-feira (22) que o Governo deve ter 32 deputados na sua base de apoio na Assembléia Legislativa. “O número representa uma folga tranqüila de quatro parlamentares a mais que a metade do total de deputados. Se ultrapassar, não conseguiremos prestigiá-los como devemos. E também não será bom para a democracia, porque é importante que exista a oposição e que ela seja crítica, porque ajuda muito o Governo a corrigir eventuais imperfeições. Mas ela precisa ser séria”, ressaltou. 

 Além dos 16 parlamentares do PMDB, o secretário espera o apoio dos deputados do PT, “que o governador insiste na participação”, de 2 do PFL e dos pequenos partidos.

Iatauro considerou uma “mentira de quem ainda continua chorando pela derrota” a afirmação do senador Osmar Dias (PDT) que declarou ter havido uma coação aos prefeitos que apoiaram o governador Roberto Requião na campanha para sua reeleição. “Fui um dos coordenadores do manifesto dos prefeito e desafio qualquer membro da oposição a trazer um prefeito que tenha assinado sob coação. Eles foram coagidos pelo excesso de obras realizado no municípios”, afirmou.

Para o secretário, o apoio dos prefeitos é reflexo da administração isenta de discriminações partidária. “Uma prova disso está na liberação de mais R$ 8,5 milhões para a conclusão das obras de 10 centros de saúde 24 horas em Curitiba”, salientou ao lembrar que o valor faz parte de um total de R$ 37,5 milhões, dos quais R$ 25 milhões a fundo perdido, que o Governo do Estado está investindo em obras de saúde na capital. O repasse de recursos faz parte de uma parceria, firmada há cerca de um ano, entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Curitiba.

 Ao analisar a vitória nas urnas e traçar perspectiva para a próxima gestão do governador Roberto Requião, o secretário acredita que “o Paraná terá ainda mais obras”. “Em quarenta anos como conselheiro do Tribunal de Contas eu nunca presenciei a realização de tantas obras, ao ponto de não haver tempo para todas inaugurações. Acredito que iremos superar essas realizações e aumentar o percentual de 75% de aprovação da população ao Governo do Estado”.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com