por 16:44 Sem categoria

Barbosa Neto confirma que ele e Beto Richa são investigados no esquema gafanhoto

Barbosa Neto confirma que ele e Beto Richa são investigados no esquema gafanhoto

Durante o último debate entre todos os candidatos (menos Belinati) que concorrem à prefeitura de Londrina – exibido pela rede de televisão CNT e retransmitido pela Paraná Educativa, no último domingo (20) o candidato Barbosa Neto (PDT) entregou o esquema Gafanhoto na Assembléia Legislativa do Paraná e deu um verdadeiro abraço de afogado em Beto Richa, candidato do PSDB em Curitiba.

Barbosa já iniciou sua participação no debate reclamando de material de campanha dos adversários, que segundo ele era apócrifo, mas na verdade é assinado por um candidato a vereador do PSDB, reproduzindo todas as matérias publicadas no jornal Correio Braziliense e que falam sobre o envolvimento de Barbosa com o esquema dos Gafanhotos.

Barbosa Neto – “Nos bastidores estamos vendo muita baixaria. Trouxe aqui panfletos apócrifos que estão sendo feitos contra ‘o Barbosa‘ (atento para o uso da terceira pessoa), que são contratações e montagens de jornais despejados na madrugada, e que tentam apagar a minha vida. Fui direto ao Ministério Público e a Polícia Federal e consegui a apreensão deste material”, diz Barbosa.

Para se defender o candidato usa uma frase do arcebispo de Londrina, Dom Orlando Brandes, publicada pelo jornal Folha de Londrina. “Vejam o que diz Dom Orlando: Já é hora de acabar com a troca de acusações entre os candidatos recorrendo a calunia, difamação ou a mentira. O candidato que só sabe acusar, talvez tenha uma fraca proposta pessoal ou partidária para apresentar”, finaliza a leitura do candidato do PDT.

Logo após, Barbosa se dirige a Luiz Carlos Hauly: “Hauly o que você acha de panfletos e acusações? A prática do dá o tapa e esconde a mão é válida em uma campanha eleitoral?”, indaga Barbosa.

Hauly responde: “Olha, as acusações que pesam contra a sua pessoa são graves e você tem todo o direito de tentar se defender perante a Justiça no inquérito que o senhor tem lá em Brasília e nas demais instâncias. Também tem o direito de se defender na imprensa, na Gazeta do Povo e no Jornal de Londrina. Quanto a mim, o Dom Orlando está correto. Eu sou um servo da sua igreja e acho que as coisas devem ser colocadas de forma clara”.

Barbosa então usa BETO RICHA para se defender: “Bem é lamentável que ainda tenhamos este tipo de prática. Eu queria te dizer que sou ficha limpa. E que esta ação que paira contra mim, também paira contra outros 73 deputados, entre eles, o prefeito de Curitiba Beto Richa (PSDB). Mas tenho certeza que ele será inocentado porque foi uma prática que a Assembléia Legislativa fazia.
Hauly – “É lamentável ouvir isso, o senhor reconhecendo que a prática é ilegal, é crime e o senhor fazia a prática. Bom a sua vida é problema seu. Eu tenho 35 anos de vida pública, cinco mandatos de deputado federal, soou respeitado e respeito as pessoas”.

Fechar