0 Shares 211 Views

Bancada do Paraná em Brasília se vê como articuladora e municipalista

3 de junho de 2013
211 Views

congresso nacional

da Gazeta do Povo

A bancada paranaense em Brasília tem como principais características, segundo os próprios parlamentares, a liderança, a articulação política no Congresso e o perfil municipalista – veja quadro ao lado. Dos 33 representantes do Paraná na capital (30 deputados e 3 senadores), 29 responderam a questionário enviado pela Gazeta do Povo para traçar seu perfil de atuação parlamentar. Sete disseram atuar como líderes e articuladores dos seus partidos, blocos ou das bancadas governista e da oposição. Outros setes associaram seus mandatos à atuação municipalista, focada no repasse de recursos da União para as prefeituras e regiões paranaenses.

O cientista político Ricardo Oliveira, professor da UFPR, afirma que os perfis autodeclarados pelos parlamentares revelam que a bancada tem consciência sobre a própria atuação no Congresso. “De maneira geral, a bancada se vê como ela é, e os parlamentares identificam o papel que representam”, diz ele.

As respostas também indicam, segundo Oliveira, que a relação com o governo é fundamental na definição dos perfis. Característica inerente ao parlamentar, independente da filiação partidária, a fiscalização do poder público foi citada como perfil principal de atuação por apenas quatro políticos – sendo três do oposicionista PSDB (os deputados Alfredo Kaefer e Fernando Francischini e o senador Alvaro Dias). Fernando Giacobo (PR) também disse ser fiscalizador. “A fiscalização acaba sendo vista como algo que só cabe ao parlamentar de oposição”, diz Oliveira.

Por outro lado, parlamentares petistas que construíram suas carreiras com mandatos de oposição mudaram suas características, mais próximos da governabilidade. “Angelo Vanhoni e Dr. Rosinha são petistas que nasceram na oposição e cresceram politicamente por desempenhar bem esse papel de fiscalização. Uma vez no governo, precisam adotar outros perfis”, diz Oliveira.

O cientista político afirma ainda que todos os perfis temáticos declarados correspondem à realidade da atuação parlamentar. “O [André] Zacharow tem uma atuação forte em saúde; o [Dilceu] Sperafico e o Assis do Couto, na agricultura; o Vanhoni e o [Alex] Canziani, na educação, e o Dr. Rosinha na questão do Mercosul e também na saúde.”

AQUI para ler o restante da reportagem no site do jornal

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.