por 11:23 Destaques, Economia, Foz do Iguaçu

Autoridades estaduais e locais se reúnem para discutir ações de retomada da economia em Foz

O secretário chefe da Casa Civil, Guto Silva e o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Hussein Bakri, estarão nesta quinta-feira (22) em Foz do Iguaçu para discutir, com o prefeito Chico Brasileiro e empresários, projetos e ações para a retomada da economia afetada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A tarde ambos se reúnem com prefeitos da região Oeste em São Miguel do Iguaçu.

A agenda de Guto Silva e Bakri começa às 10h, com uma reunião na Prefeitura de Foz do Iguaçu. Em seguida, às 11h, os dois são esperados para uma específica sobre a retomada econômica na Associação Comercial e Empresarial (Acifi). Às 13h se reúnem, em São Miguel do Iguaçu, com prefeitos do Oeste. Eles encerram o roteiro às 16h30, com uma visita às obras da Ponte da Integração Brasil-Paraguai.
Na reunião com o prefeito Chico Brasileiro, Guto e Bakri vão discutir a queda na arrecadação do poder público do Paraná, em função da pandemia. Na última segunda-feira (19), o secretário chefe da Casa Civil entregou, na Assembleia Legislativa, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022. 

A peça, que projeta a arrecadação do Governo do Estado no período, prevê um déficit de aproximadamente R$ 4 bilhões. De acordo com o Guto Silva, a LDO teve que ser ajustada por mais um ano em razão dos efeitos do coronavírus e do déficit causado pela queda de arrecadação do ICMS, a principal fonte de receita do Estado. 


“Uma queda de R$ 2,7 bilhões. Se somarmos com o ano passado, R$ 3,7 bilhões, o Estado tem um déficit de arrecadação de mais de R$ 6 bilhões”, disse. Segundo o chefe da Casa Civil, graças a recursos captados em instituições financeiras será possível o Estado ampliar a capacidade de investimentos, de R$ 2,6 bilhões para R$ 4,5 bilhões.

Ronildo Pimentel, GDia.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com