por 10:37 Destaques, Foz do Iguaçu, Saúde

Aumento de casos no Paraguai ‘reforça’ barreiras em Foz

O aumento de casos no Departamento de Alto Paraná reforça as medidas das autoridades de Foz do Iguaçu que identificam as pessoas positivadas-covid e oriundas do Paraguai. A fiscalização, através de barreiras sanitárias próximas à Ponte da Amizade, é aleatória e exige o teste negativo do coronavírus das pessoas em automóveis com placas estrangeiras

A situação, principalmente em Ciudad del Este – capital do estado – é  considerada crítica, com 100% de ocupação dos leitos de UTI, elevado número de infecções, circulação de casos comunitários e reinfecção. A estimativa aponta que 30% do atendimento no Hospital Municipal Padre Germano Lauck é demanda paraguaia.

O jornalista Javier Panza informou na noite desta quarta-feira, que uma reunião no gabinete do governador Roberto Vaesken decidiu enviar um pedido ao presidente Mário Abdo Benitez e ao ministro da Saúde, Júlio Mazzoneli, que decretem medidas de restrições e o lockdown das 20h às 5h em Ciudad del Este e a suspensão de aulas presenciais por uma semana.

Repasse – O diretor da 10ª Região de Saúde do Paraguai, Hugo Kunzle, descreveu como constrangedoras as cenas de festas e a multidão de jovens reunidos no último final de semana. O médico relatou que nas últimas sete semanas houve um aumento no pico de casos positivos e que a ocupação dos leitos na UTI chega a 100%.

Com um o recrudescimento da doença, o hospital municipal Padre Germano Lauck se tornou uma das poucas opções de atendimento de casos covid para uma população estimada em 705 mil pessoas, os 250 mil moradores de Foz, os 115 mil residentes em Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Missal, Ramilândia, Serranópolis do Iguaçu e Itaipulândia; e mais 300 mil brasileiros e até paraguaios que moram num raio de 120 quilômetros da fronteira no país vizinho.

O repasse de R$ 17,2 milhões da Itaipu Binacional ao hospital municipal e à Unioeste para o combate à doença vem em boa hora e cumpre parte do plano de contingência assinado pelo Ministério de Saúde e autoridades paraguaias para a reabertura da Ponte da Amizade em setembro de 2020.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com