por 15:38 Litoral, Segurança e Policial

Atuação da Polícia Civil do Paraná ajuda a reduzir crimes no Litoral

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) já realizou mais de 3,8 mil procedimentos durante a primeira fase do Verão Consciente 2020/21, no Litoral. A primeira fase abrange o período 21 de dezembro de 2020 até 20 de janeiro deste ano.

A atuação da PCPR auxiliou na redução da criminalidade durante a operação, em comparação com o mesmo período de 2019.

O crime com redução mais expressiva foi o de violência doméstica, com queda de 32.55%. Em 2019 foram 215 boletins registrados, já no mesmo período de 2020, foram 145.

Em 2019, foram registrados no mesmo período 98 roubos, contra 70 em 2020 – uma queda de 28,57%. Em relação aos furtos também houve redução, de 504 registros na operação anterior para 447 na atual – uma diminuição de 11.30%.  

Crimes contra a dignidade sexual também tiveram uma queda, foram 17 registros nesta operação, enquanto no mesmo período do ano anterior foram 19, resultando em declínio de 10.52%.

Durante esta fase, já foram solucionados 61% dos homicídios: foram registrados 18 crimes no Litoral, sendo que 11 deles já estão resolvidos.

PROCEDIMENTOS – De 21 de dezembro de 2020 até 20 de janeiro deste ano foram registrados 3.262 boletins de ocorrência e elaborados 113 termos circunstanciados. Além disso, a Polícia Civil lavrou 313 autos de prisão em flagrante, 60 boletins de ocorrência circunstanciais e três autos de apreensão de adolescentes infratores.

“Com a diminuição de crimes ocorridos durante o Verão Consciente, focamos em entregar um trabalho ainda melhor e isso refletiu no aumento de inquéritos policiais instaurados, mostrando qualidade do trabalho”, afirma o coordenador do Verão Consciente pela PCPR, Gil Rocha Tesseroli.

Na primeira fase da temporada anterior, a Polícia Civil instaurou 68 inquéritos policiais, neste ano o número chegou a 90. Um aumento de 32%.   

REFORÇO – A PCPR atua de forma mais intensa no Litoral desde o início da operação Verão Consciente. O efetivo regular foi reforçado com mais 135 policiais civis fixos e 14 itinerantes, entre delegados, investigadores, escrivães e papiloscopistas.

Mais 20 viaturas se somam à frota regular da região, além de um ônibus que abriga a Delegacia Móvel, que fica em pontos estratégicos para atender a população local e os veranistas. Em momentos específicos, há reforço com equipes das unidades especializadas.

O público pode registrar boletins de ocorrência na Delegacia Móvel, além de tirar dúvidas sobre assuntos relacionados à atuação da PCPR. O veículo foi desenvolvido para o atendimento em locais externos, possui acessibilidade para pessoas com deficiência, operacionalidade dinâmica e padrão internacional.

AEN

Fechar