por 12:00 Londrina

Arcebispo de Londrina pede pedágio justo e sem corrupção


O arcebispo de Londrina, dom Geremias Steinmetz, afirmou nesta quinta-feira (11) que o atual sistema de pedágio favorece a corrupção e que o Paraná não pode cometer os mesmos erros no novo modelo de concessão proposto pelo governo federal.

“Uma vergonha a corrupção que ocorreu com esse contrato assinado há tanto tempo. Não podemos continuar com o mesmo modelo com pequenas mudanças. Precisamos de dispositivos que impeçam verdadeiramente a corrupção nos pedágios. Não podemos continuar essa sangria”, disse durante a audiência pública da Frente Parlamentar do Pedágio.

A cobrança de taxa de outorga na licitação foi a principal reclamação dos participantes da audiência. Considerada um tributo indireto, a taxa de outorga a ser paga na concorrência vai elevar o preço das tarifas.  

Em nome dos bispos do Paraná, dom Geremias disse que a Igreja está apoiando as manifestações em favor de um pedágio mais justo e destacou a importância da mobilização de toda a sociedade paranaense para levar as reivindicações aos governos estadual e federal. “Não quer dizer que sejamos contra o pedágio. Precisamos de um pedágio justo, que conserve as rodovias, faça os investimentos e que não tenha preços exagerados”, ressaltou.

“Também como presidente do regional Sul da CNBB nós temos conversado entre nós, bispos do Paraná, de apoiar todas as manifestações que ocorrerão no estado, nas diferentes regiões, nas dioceses, seja a de Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Umuarama, Maringá, estamos juntos nesta luta”, completou.

Os atuais  contratos de concessão dos 2.500 quilômetros do Anel de Integração se encerram em novembro e as novas licitações estão previstas para este ano. Ao todo, o Ministério da Infraestrutura planeja conceder 3.327 quilômetros de rodovias estaduais e federais divididos em seis lotes com 42 praças de pedágio, 15 praças a mais do que atualmente.

Leia a íntegra da manifestação do arcebispo na audiência pública

Estou contente de ver tanta gente aqui, quero saudar a todos, as autoridades – algumas até já pudemos conversar pessoalmente, mas muito especialmente à frente parlamentar que organiza esse trabalho aqui hoje, juntamente com a sociedade civil de Londrina.

Em primeiro lugar, como Arcebispo de Londrina, eu queria dizer de fato da necessidade de se discutir essa questão dos pedágios; por quê? Porque não podemos continuar no mesmo modelo, que simplesmente vai ter umas pequenas mudanças aí, mas a gente não está vendo muitos dispositivos que impeçam verdadeiramente a corrupção nos pedágios. Uma vergonha a corrupção que ocorreu com esse contrato que se assinou há tanto tempo e que agora precisa ser refeito.

Portanto, eu penso que isso, eu disse claramente a pelo menos um ou outro deputado que conversou comigo antes, que é necessário que a sociedade como um todo seja mobilizada; nós temos tantos, tantos produtores, nós temos o setor produtivo do Estado do Paraná tão forte, como é que não consegue ter força diante do governo federal e do governo estadual para poder impedir que simplesmente se assinem contratos que não são, e já está muito claro não são, que não contribuem com o futuro do nosso estado.

Não podemos continuar essa sangria.

Portanto é um sinal muito positivo que estamos vendo aqui hoje, espero que a frente parlamentar possa valorizar tudo isso; talvez saindo daqui tenha ainda mais força para poder continuar lutando.

Também como presidente do regional Sul 2 da CNBB nós temos conversado entre nós, bispos do Estado do Paraná, de apoiar todas as manifestações que ocorrerão no estado, nas diferentes regiões, nas Dioceses, seja a de Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Umuarama, Maringá, estamos juntos nesta luta.

Dizer que também para a igreja é importante, porque o custo para o Paraná não pode continuar com esse preço tão alto, especialmente por causa dos pedágios e, como já foi dito que, inclusive, não podemos deixar que amanhã ou depois digam que nós, sociedade civil de 2021 no estado do Paraná, não nos movimentamos o suficiente para impedirmos que esse pedágio continue nesses preços altos, de repente até com dispositivos que favoreçam amanhã ou depois novamente a corrupção.

Por isso com alegria estou aqui, saudando a todos e dando o nosso apoio pela luta por um pedágio justo, que realmente contribua com o futuro do nosso Paraná.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com