por 11:04 Sem categoria

ALVARO DIAS ESCLARECE PEDIDO DE APOSENTADORIA

O senador Alvaro Dias (PSDB) distribuiu nota à imprensa justificando seu pedido de aposentadoria como ex-governador do Paraná, de 1987-2000, 20 anos após deixar o cargo.

No pedido, Alvaro solicita ainda o pagamento de R$ 1,6 milhão, retroativo a parte do período em que deixou de receber o recurso.

Segundo o senador, tanto os valores recebidos mensalmente (R$ 24,8 mil) como o montante retroativo, serão doados para entidades assistenciais.

A seguir a íntegra da nota:

"A aposentadoria de ex-governadores foi instituída em 1967. Desde então, a exemplo do que ocorre com ex-presidentes, ex-magistrados e ex-conselheiros de Tribunais de Contas, os ex-governadores passaram a receber aposentadoria vitalícia. Quando cheguei ao governo do Paraná tentei acabar com ela. Encaminhei projeto à Assembléia, o qual não foi sequer votado. Não houve repercussão ou apoio. Na Constituinte Estadual a regra ficou consagrada.

LEIA MAIS

Siga o blog no twitter

por 11:02 Sem categoria

ALVARO DIAS ESCLARECE PEDIDO DE APOSENTADORIA

ALVARO DIAS ESCLARECE PEDIDO DE APOSENTADORIA

O senador Alvaro Dias (PSDB) distribuiu nota à imprensa justificando seu pedido de aposentadoria como ex-governador do Paraná, de 1987-2000, 20 anos após deixar o cargo.

No pedido, Alvaro solicita ainda o pagamento de R$ 1,6 milhão, retroativo a parte do período em que deixou de receber o recurso.

Segundo o senador, tanto os valores recebidos mensalmente (R$ 24,8 mil) como o montante retroativo, serão doados para entidades assistenciais.

A seguir a íntegra da nota:

"A aposentadoria de ex-governadores foi instituída em 1967. Desde então, a exemplo do que ocorre com ex-presidentes, ex-magistrados e ex-conselheiros de Tribunais de Contas, os ex-governadores passaram a receber aposentadoria vitalícia. Quando cheguei ao governo do Paraná tentei acabar com ela. Encaminhei projeto à Assembléia, o qual não foi sequer votado. Não houve repercussão ou apoio. Na Constituinte Estadual a regra ficou consagrada.

Completei meu mandato de governador até o último minuto. Não disputei eleição e fiquei sem mandato por oito anos. Mesmo assim não requeri a aposentadoria. Abri mão de 6 milhões e 400 mil reais, segundo revela o governo estadual ao anunciar ao país que tenho 1 milhão e 600 mil reais a receber retroativamente (valor que corresponde a 5 anos, por lei).
Nunca alardeei o fato ou o explorei eleitoralmente. Era o único ex-governador do Paraná a não requerer aposentadoria. Não soube o que foi feito com o dinheiro que constitucionalmente me pertence.

Desde 2007 venho amadurecendo a idéia de utilizar esses recursos na ação social. Confidenciei a algumas pessoas e recebi por escrito apelo de duas instituições beneméritas de Curitiba, que gostariam de ser contempladas: o Lar O Bom Caminho e o Pequeno Cotolengo. Adiei o projeto em razão da antecipação do processo eleitoral. Encerradas as eleições retomei a idéia e apresentei o requerimento. Não pretendia fazer propaganda dessa iniciativa, mas houve quem se encarregasse disso. E como. Aliás, nunca procurei alardear que dispenso também 15 mil reais mensais de verba indenizatória e 3 mil e 800 reais de auxílio moradia, a que tenho direito como Senador. Se, quando propus acabar com o benefício da pensão de ex-governadores não houve repercussão e apoio, quando a requeri, foi o que se viu.

Não desejo causar constrangimento aos que constitucionalmente recebem, mas a veiculação do fato obriga-me a esse esclarecimento. Esse foi meu objetivo ao requerer a aposentadoria: dar a esse dinheiro a destinação social que considero adequada. Acredito que será melhor aplicado do que tem sido. E o farei de forma transparente, sempre prestando contas.

Senador Alvaro Dias"

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com