por 11:00 Brasil

Aliança acredita ter assinaturas em 15 dias e apresentar lista ao TSE em janeiro

Toca o barco Com base nas 65 mil inscrições obtidas nesta sexta (20), a cúpula da Aliança pelo Brasil, novo partido de Jair Bolsonaro, diz ser possível alcançar as 492 mil assinaturas necessárias para a fundação da sigla em 15 dias, se o ritmo for mantido. Painel, Folha de S. Paulo

Vanilla sky A expectativa otimista do grupo é que, em 20 de janeiro, quando o Judiciário volte do recesso, esteja tudo pronto para apresentar a lista de apoios ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Nesse meio tempo, o partido quer começar a avaliar quais cidades terão candidaturas próprias. Em fevereiro, o mapeamento estaria finalizado.

Coleta seletiva Uma preocupação da Aliança é filtrar apenas aqueles 100% alinhados a Bolsonaro para evitar o racha que houve no PSL. Para a eleição de 2020, o partido admite que a seleção de candidatos terá de ser menos densa, apenas com avaliação de histórico e conversas.

Coleta seletiva 2 Nos anos seguintes, a sigla quer qualificar seus candidatos, com cursos obrigatórios de processo legislativo, comunicação e direito eleitoral e constitucional.

Fechar