por 01:04 Sem categoria

Agroecologia em debate na chamada geral do FSM

Agroecologia em debate na chamada geral do FSM

Agricultores com consciência ecológica, adaptados as condições de suas regiões, a agroecologia vem mudando a vida de pequenos agricultores no Paraná e no Brasil. Para o debate dessa questão e de outras relacionadas a agricultura familiar, a Chamada Geral pela Integração Latino-Americana que acontece nos próximos dias 5, 6 e 7, vai abrigar diversas mesas de discussão, com a participação das principais lideranças populares do continente.

No dia 6, sexta-feira, o tema do fórum será “agricultura familiar”. Entre os temas que serão abordados, a Agroecologia estará em destaque. Criada na década de 1970, a agroecologia é uma abordagem da agricultura que se baseia nas dinâmicas da natureza. As práticas agroecológicas se baseiam na pequena propriedade, na mão de obra familiar adaptados às condições locais e em redes regionais de produção e distribuição de alimentos.

Para tornar realidade a agroecologia nos campos, o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), criou três escolas de agroecologia no Paraná, com formação de nível médio e atua em parceria com a Via Campesina, na Escola Latino-Americana de Agroecologia, com formação de nível superior, localizada no Assentamento Contestado, Lapa (á 70 km de Curitiba).

Capacitação – O objetivo é capacitar a juventude do campo: filhos de assentados, camponeses e pequenos agricultores, dentro da proposta da agroecologia, explica o engenheiro agrônomo e integrante do setor de Produção do MST, Nilciney Toná. Depois de formados os profissionais atuam em assentamentos e comunidades rurais, desenvolvendo trabalhos baseados no diálogo com os camponeses e na prática de sistemas de produção agroecológicos.

Para dar continuidade aos avanços alcançados durante o Fórum Social, os estudantes das escolas de agroecologia, assim como os militantes dos movimentos que compõem a Via campesina, pesquisadores, engenheiros agrônomos, ecologistas, pequenos agricultores e sociedade em geral participam da 6° Jornada de Agroecologia no Paraná. A Jornada acontece nos dia 11 a 14 de julho, na Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná), em Cascavel, Oeste do Estado. O evento conta com conferências, seminários, oficinas, atividades culturais, e espaços para atos que serão realizados na cidade.

Box
Escolas Rurais capacitam novos agricultores

As escolas contam com cerca de 420 educandos em todo o estado. A
certificação é feita pela Escola Técnica da Universidade Federal do
Paraná, e os cursos funcionam em regime de alternância, tempo escola e tempo comunidade, com cerca de 60 dias cada.

A educação agroecológica do MST, em nível médio acontece na: a Escola José Gomes da Silva, no Município de São Miguel do Iguaçu, Escola Milton Santos, em Maringá e o Centro de Desenvolvimento e Capacitação em Agroecologia (Ceagro), em Cantagalo.

Fechar