0 Shares 283 Views

Acipg apoia “devedômetro” em Ponta Grossa

31 de janeiro de 2018
283 Views
Acipg apoia "devedômetro" em Ponta Grossa

A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa apoia a implantação do “devedômetro” por parte da prefeitura municipal. A ferramenta na internet divulga os números atualizados do percentual e valor correspondente às dívidas de IPTU e taxa de lixo. “A Acipg dá total apoio a prefeitura quando se trata de aumentar a arrecadação através da cobrança de inadimplentes”, disse Douglas Fanchin Taques Fonseca, presidente da associação. As informações são d’aRede

Fonseca disse que a medida busca a austeridade de maneira adequada cobrando as dívidas com o imposto em vez de aumentar tributos para quem paga seus impostos em dia. “Esperamos com o Devedômetro sensibilizar os que estão em débito com o município, de que esta contribuição faz diferença para uma gestão pública mais eficiente. Este exemplo de justiça fiscal deveria ser seguido por outras esferas de governo no país”, completa.

“O apoio de entidades representativas como a Acipg é muito importante para a efetivação dessa ferramenta. A inadimplência tem um alto impacto na gestão do Município e precisamos encontrar formas de aumentar a nossa arrecadação, recuperando os valores que são devidos. Esperamos que a divulgação desses valores, que em 2017 chegaram a R$ 60 milhões, possam colaborar com a queda no índice de inadimplência em Ponta Grossa, que foi de aproximadamente 40% no ano passado”, destacou o procurador geral, Marcus Freitas.

Marcus defende o argumento de que a Procuradoria Geral está apenas cumprindo a lei, isso porque desde o começo de 2017 o município tem adotado inúmeros mecanismos para alertar os contribuintes devedores. “Cobrar o que é devido é justo, o que não é justo é aumentar os impostos de quem paga em dia. Temos adotado todas as ações previstas em lei para garantir a diminuição da inadimplência com a Prefeitura”, contou o procurador.

Marcus Freitas lembra que em um primeiro momento o município irá apenas divulgar os índices de inadimplência com os respectivos impostos (IPTU, taxa de lixo, ISS). Em um segundo momento, quando o cadastro da dívida ativa estiver atualizado, a Prefeitura passará a divulgar a nomenclatura dos devedores. “O Código Tributário Nacional permite essa divulgação dos inadimplentes, o que o está previsto no artigo 198, estamos apenas dando cumprindo ao texto legal”, contou o Freitas.

As informações do Portal da Inadimplência serão divulgadas no site da Prefeitura de Ponta Grossa, num sistema que permitirá também a exposição em painéis eletrônicos na cidade, da mesma forma como funciona o ‘Impostômetro’. Já está sendo finalizado o decreto para instituir o Devedômetro e a empresa responsável pelo sistema da Prefeitura também já trabalha com a finalização de um ‘piloto’ para esta ferramenta.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.