Escrito por 20:07 Foz do Iguaçu • 6 Comments

“Acelera Foz” será lançado amanhã, 13

Compartilhe

Nesta quarta-feira, 13, a partir das 15h, Foz do Iguaçu dará um grande salto rumo ao crescimento ordenado e sustentável. Vem aí o Programa Acelera Foz, uma iniciativa que pretende colocar a cidade num novo patamar econômico e com inovação tecnológica, a partir de uma série de ações estruturantes que já está em andamento e preparando Foz do Iguaçu para uma nova realidade. Informações Portal da Cidade Foz.

O Programa Acelera Foz é parte de um plano de retomada econômica e tem como coordenação estratégica: Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), Itaipu Binacional, Parque Tecnológico Itaipu, Prefeitura de Foz, Sebrae, Programa Oeste em Desenvolvimento, Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (ACIFI) e Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Opinião:

“É a virada de chave de Foz, ancorada pelo Parque Tecnológico Itaipu e parceiros para a transformação que a cidade tanto almeja”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna. Uma parceria que envolve Itaipu, empresariado local e a municipalidade.

Acelera Foz quer tornar Foz do Iguaçu um polo de inovação e empreendedorismo, com incentivo ao turismo, apoio a empresas, atração de novas startups e investimento em tecnologia para dar seguimento aos investimentos que vêm sendo feitos pela Itaipu em infraestrutura.

Foz do Iguaçu vem passando por uma grande transformação, com investimentos diretos de cerca de US$ 1 bilhão financiados pela usina de Itaipu em obras de estruturantes. O Programa Acelera Foz pretende potencializar ações integradas e atrair investimentos para dinamização do ecossistema de inovação para fortalecimento e diversificação da economia de Foz do Iguaçu e região.

Para o presidente do Codefoz, Mario Camargo, o colegiado neste momento está cumprindo o seu papel, que é de aglutinar as potencialidades das instituições para construir um plano de futuro. “Estamos reunindo todas as lideranças e forças para superarmos juntos os desafios impostos pela crise socioeconômica decorrente da pandemia”, resume.

O consultor do Sebrae/PR em Foz do Iguaçu, Marcelo Padilha, destaca que a intuição colocou todos os recursos técnicos e operacionais neste momento de crise. “Viabilizamos estudos e pesquisas para fundamentar e guiar as ações do plano de retomada econômica. O nosso objetivo agora é colocar o plano operação para melhorar o ambiente dos pequenos negócios do município.

Como?

A intenção é que, até dezembro, sejam colocadas em prática ações divididas em sete eixos, que vão da divulgação e fortalecimento da imagem de Foz do Iguaçu e a implementação da inovação e capacitação do setor turístico, até a atração de novas empresas e investimentos em tendências na área de tecnologia, como a Inteligência Artificial e Cidades Inteligentes.

Resultado esperado

A estratégia é potencializar e gerar competitividade para o setor turístico e empresarial da cidade, mas também diversificar a economia, com a vinda de novas empresas de base tecnológica. A expectativa é que este esforço tenha como resultado a geração de mais de 300 postos de trabalho direto, capacitação de 500 pessoas, criação de cerca de 300 bolsas de pesquisa, apoio a mais de 250 empresas, atração de 70 novas startups e 10 mil postos de trabalho impactados.

Investimentos:

O investimento previsto do Acelera Foz ultrapassa R$ 22 milhões, dos quais cerca de R$ 10 milhões provenientes da Itaipu Binacional, R$ 2 milhões do Parque Tecnológico e pouco mais de R$ 10 milhões de outros parceiros. O retorno esperado é a movimentação de mais de R$ 435 milhões na cidade em médio prazo.

As ações propostas pelo Programa Acelera Foz complementam os grandes investimentos que a Itaipu vem fazendo em obras estruturantes, como é o caso da construção da segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai e a ampliação do Aeroporto Internacional.

“Queremos criar mecanismos para que Foz do Iguaçu se transforme em um polo de inovação e empreendedorismo. Este Programa é o resultado da integração de várias entidades e contamos com o envolvimento de toda sociedade para a construção de um legado tão importante para Foz do Iguaçu e região”, afirma o diretor superintendente do Parque Tecnológico, general Eduardo Garrido.

Close