por 12:30 Sem categoria

A quem possa interessar

A quem possa interessar

* Roger Meireles

Sou cidadão iguaçuense e prezo pelos princípios morais e éticos, aos quais, com muita labuta, passei milhares de dias e alguns anos papirando em uma universidade em nosso Estado. Sentado em dia de frio, chuva ou calor, em uma cadeira acadêmica, sugando o que havia de melhor em meus instrutores (fico grato a todos pelo esforço).

Dezenas de jovens como eu, futuristas, dispostos a lutar pela desigualdade social; essa desigualdade que aniquilava nosso povo, como se nós rebeldes acadêmicos com causa fossemos resolver os problemas de nossa sociedade.

Escutei de tudo nessa vida, nasci com a dívida externa, passeia vida toda pagando e morrerei devendo. Fatos sociais e políticos ao qual somos inertes, não pelo desinteresse e incapacidade e sim pela desinformação ou manipulação do poder predominante. Conhecemos nossa história, ou o que o poder dominante deseja que conhecemos, nos forçando a acreditar no que é lucrativo a eles.

Batalhas e mais batalhas, guerra civis, golpes militares, dentre outros. No que acreditar? Na democracia? Democracia a qual uma Sodoma e Gomora parece um jardim do Édem, perto do que fazem com esse país. Falso conceito de liberdade que ramificou para outras ceitas políticas, e que todas utilizam o mesmo sermão para estar no poder. Esquerda da direita, comunistas socialistas e imperialistas, você confia neles?

Cidadão ético e com a postura moral não é partidário e sim solidário. Necessitamos de idoneidade política e moral, o partido não importa ao cidadão de bem e sim o resultado do empenho político, que raramente é alcançado. Só queremos respeito e justiça. Não somos pobres coitados e sim reféns de
um sistema falido e com total descrédito social.

Roger Meireles é repórter fotográfico e colaborador do MEGAFONE

Fechar