0 Shares 137 Views

A conversa afiada de Rosane Ferreira

21 de abril de 2012
137 Views

Qual o resultado das conversas com os pré-candidatos de outros partidos a prefeito de Curitiba encerradas nesta semana?
No momento, o partido está realmente dividido entre vários nomes. Mas farei todo o possível para irmos fechados para a eleição, seja apoiando algum candidato ou tendo candidatura própria.

Do que vai depender o acordo para uma aliança?
Do programa de governo do candidato, de como serão tratados temas importantes para nós, como sustentabilidade, mobilidade urbana, a questão do lixo. Além, é claro, da estrutura de campanha que nos darão, da visibilidade que o PV e nossos candidatos terão no horário eleitoral.

Mas ainda há chance de o PV ter candidatura própria?
Essa possibilidade existe e começaremos a decidir tudo isso internamente na segunda-feira. Quem se coloca como opção desde o começo é a ex-deputada federal Dra. Clair.

E quanto à chapa de vereadores?
A próxima legislatura será importante diante de tudo o que aconteceu na Câmara. Portanto, queremos ampliar a nossa bancada, que hoje é de dois vereadores. Uma das hipóteses para alcançarmos esse objetivo é a chapa pura.

da coluna Notas Políticas, da Gazeta do Povo

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.