0 Shares 483 Views

Silva e Luna recebe prefeito de Foz do Iguaçu e reforça parcerias com o Oeste do Estado

4 de abril de 2019
483 Views

Encontro aconteceu nesta quinta-feira (4), no gabinete do diretor-geral brasileiro de Itaipu, no Centro Executivo da Vila A.

Primeiro diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional a fixar residência em Foz do Iguaçu (PR), no exercício do cargo, o general Joaquim Silva e Luna recebeu nesta quinta-feira (4) o prefeito do município, Chico Brasileiro, e reafirmou a intenção da empresa de fortalecer a relação com os municípios da região Oeste do Estado.

Silva e Luna também assegurou que a nova política de austeridade de Itaipu, dando prioridade a projetos estruturantes, como a segunda ponte no Rio Paraná, entre o Brasil e o Paraguai, significa investimentos de melhor qualidade na região na região.
Nesta sexta-feira (5), o diretor-geral brasileiro tem reunião marcada com o presidente da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop), Aparecido José Weiller Junior, prefeito de Jesuítas. A entidade reúne 54 municípios.

“O nosso objetivo não é reduzir os investimentos”, tranquilizou o general, “e sim dar mais a qualidade à aplicação dos recursos”.
Silva e Luna recebeu o prefeito Chico Brasileiro e o secretário de Governo, Marcos Antônio Jahnke, em seu gabinete no Centro Executivo (Vila A). Foi a primeira reunião com o prefeito desde que o general assumiu o cargo, no dia 26 de fevereiro.

“A Itaipu está de portas abertas para avaliar todos os projetos que tenham impacto social positivo e beneficiem os municípios e o cidadão”, afirmou o general, citando ações nas áreas do turismo, meio ambiente e responsabilidade social. “Os critérios para aprovação de projetos serão rigorosamente técnicos, seguindo os princípios de eficiência, legalidade, impessoalidade e moralidade.”

Somente a obra da segunda ponte, por exemplo, vai movimentar a economia de toda a cidade e região, com significativa geração de riqueza. Silva e Luna acrescentou que os eventos de caráter social a serem apoiados pela Itaipu precisam ter grandes impactos para a sociedade. Já eventos que não tragam legado não terão prioridade.

O diretor-geral salientou ainda que Foz do Iguaçu tem posição estratégica para Itaipu, por sediar a margem brasileira da empresa. “O general Silva e Luna recebeu, acolheu e abraçou a cidade. Mostrando que essa irmandade entre Foz do Iguaçu e Itaipu é algo sólido”, agradeceu o prefeito.

De acordo com Chico Brasileiro, “a nova direção de Itaipu tem uma visão estratégica de crescimento da nossa cidade, da fronteira (com o Paraguai e a Argentina) e da região”.

Durante o encontro, o prefeito mencionou que concorda com a nova diretriz de austeridade de Itaipu, disse que muitos dos projetos do município têm caráter estruturante – portando, alinhados às novas diretrizes – e que as parcerias com a empresa vão continuar contribuindo para o projeto de desenvolvimento de Foz do Iguaçu.

“Itaipu propicia desenvolvimento para Foz do Iguaçu desde a fundação da empresa. E cada vez mais vem investindo, tanto na usina como na cidade. Isso permite uma perspectiva melhor de crescimento. Por isso, Itaipu não é só importante para Foz do Iguaçu, como imprescindível”, avaliou.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.