Escrito por 12:10 Curitiba

Esquema de segurança de Lula terá mil policiais

Compartilhe

O secretário de Segurança Pública do Paraná, Wagner Mesquita, afirmou nesta segunda-feira, 11, que o esquema de segurança para o ex-presidente Lula (PT) terá mil policiais. Nesta quarta-feira, 13, Lula depõe ao juiz Sérgio Moro em Curitiba. “O planejamento operacional é basicamente o mesmo. Agora com um volume de policiais um pouco menor, cerca de mil policiais. Dois perímetros serão interditados, o primeiro é a praça em frente a Justiça Federal e o outro é próximo ao local, cerca de duas quadras dali” disse Mesquita.

No primeiro depoimento de Lula a Moro em 10 de maio, o aparato de segurança montado pela Polícia Militar e Guarda Municipal, o que inclui bloqueio de ruas, uso de helicópteros, viaturas e mais de três mil policiais, custou mais de R$ 150 mil segundo dados da PM e GM.

Mesquita justificou que o número do efetivo é menor porque a quantidade de manifestantes a favor do ex presidentes desta vez é inferior. Ele ressaltou ainda que serão feitas fiscalizações nas rodovias para verificar a regularidade dos veículos bem como materiais ilegais. “Da última vez, apreendemos foices e facas, já solicitamos aos movimentos de apoio ao ex presidente Lula que não tragam este tipo de material. Não abrimos mão da fiscalização” enfatizou Mesquita.

Estima-se que os investimentos nesta operação sejam menores. “Nós vamos investir em segurança para garantir uma manifestação tranquila, democrática e um ato de justiça sendo feito sem maior constrangimento” completou Mesquita sem prever o montante gasto na nova operação.

Close