Author: Boca Maldita (page 1 of 122)

Coluna Boca Maldita desta quarta, 20

Lula lá
Se a eleição para presidente da República fosse hoje, só a prisão tiraria a vitória de Lula (PT). É o que indica pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT), realizada pelo MDA e divulgada ontem (19). Lula vence nos cinco cenários nas intenções de voto para a sucessão de Michel Temer (PMDB), em outubro de 2018. “O petista está na frente em intenções para 1º turno tanto na pesquisa estimulada quanto na espontânea. Para o segundo turno, Lula lidera em todos os cenários em que aparece”, anotou o Jornal do Brasil.

Espontânea
Na pesquisa para 1º turno com respostas espontâneas, Lula tem 20,2% das intenções de voto, contra os 16,6% da última edição da pesquisa, em fevereiro de 2017. Na 2ª colocação está o deputado federal Jair Bolsonaro, que subiu de 6,5% para 10,9%.

Segundo time
João Doria foi citado espontaneamente por 2,4%. Marina Silva, por 1,5%. Também foram lembrados o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (1,2%), Ciro Gomes (1,2%), o senador Álvaro Dias (1%), a ex-presidente Dilma Rousseff (0,7%). O presidente Michel Temer ficou com apenas 0,4% das menções. Já o senador Aécio Neves (PSDB-MG) soma somente 0,3%.

Nas alturas
Entre os entrevistados, 21,2% afirmaram que votarão nulo ou em branco, enquanto que 37% se dizem indecisos.

Prioridade em habitação
As mulheres paranaenses, vítimas de violência doméstica, terão prioridade nas políticas do Sistema Estadual de Habitação de Interesse social (SEHIS). É o que prevê o projeto 9/2016, da deputada Claudia Pereira (PSC), aprovado segunda (18) pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulheres da Assembleia Legislativa. A iniciativa, que altera o inciso XVI, do artigo 2º da Lei Complementar 119, inclui ainda as mulheres nesta condição entre outras prioridades em serviços oferecidos pelo poder público.

Só Lula!
“Haddad? Jaques Wagner? Para quê?”. Da presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, em entrevsita à BBC Brasil, descartando um plano B, caso o ex-presidente Lula não seja o candidato do partido em 2018.

É candidato
O comunicador Carlos Roberto Massa, o Ratinho, disse ontem que seu filho, o deputado Ratinho Junior (PSD), é candidato ao Governo do Paraná em 2018. “Ele (Ratinho Junior) estudou, se preparou, buscou experiências bem sucedidas de gestão no exterior e pelo Brasil, está construindo uma agenda que prioriza o desenvolvimento de todas as regiões do Paraná”, disse.

Cura gay?
Se vingar a decisão da Justiça Federal de Brasil, que permite a terapia de reversão sexual, estará aberto um precedente para considerar o homossexualismo como doença. O Brasil que já não tem hospitais, médicos e remédios para atender a população hoje, entrará em colapso. As lideranças LGBT já anunciaram que entraram com pedido de aposentadoria compulsória e retroativa pelos anos que trabalharam, mesmo “doentes”. “(…) E esta justiça desafinada/É tão humana e tão errada (…)” já cantava Renato Russo, vocalista da saudosa Legião Urbana.

Turismo mapeia eventos de Palmas para o calendário oficial do Paraná

O Departamento de Turismo de Palmas iniciou esta semana um levantamento dos eventos de relevância social e regional, para incluir no Calendário Oficial do Paraná. A iniciativa, segundo a diretora Carine Ambrósio, atende um pedido da Paraná Turismo, gestor oficial do turismo no estado.

“A Paraná Turismo está realizando o levantamento e atualização dos Eventos do Estado para a composição da edição de 2018 do Calendário Oficial de Eventos Turísticos do Paraná”, diz mensagem do órgão. “Para tanto, encaminhamos o Manual e respectivo formulário destinado à coleta das informações dos Eventos”.

O formulário deverá ser preenchido diretamente no sistema disponível no site da Paraná Turismo, até o dia 20 de outubro, informa o ofício. “Também temos a opção de preencher os formulários, um para cada evento, e enviar através de e-mail”, ressaltou Carine. Continue lendo

Meu filho é candidato a governador em 2018, afirma o apresentador Ratinho

O comunicador Carlos Roberto Massa, o Ratinho, disse nesta terça-feira, 19, que seu filho, o deputado Ratinho Junior (PSD), é candidato ao Governo do Paraná em 2018. “Ele (Ratinho Junior) estudou, se preparou, buscou experiências bem sucedidas de gestão no exterior e pelo Brasil, está construindo uma agenda que prioriza o desenvolvimento de todas as regiões do Paraná. É um ótimo gestor público, provou isso na Secretaria de Desenvolvimento Urbano, e traz sua experiência como administrador na iniciativa privada. Reúne todas as qualidades para ser o próximo governador do Paraná, é candidato a governador e eu, como pai, estou muito feliz por mais esse desafio que o Junior enfrenta”, disse Ratinho.

Foto: Facebook

Mulher vítima de violência doméstica terá prioridade em habitação, prevê projeto

As mulheres paranaenses, vítimas de violência doméstica, terão prioridade nas políticas do Sistema Estadual de Habitação de Interesse social (SEHIS). É o que prevê o projeto 9/2016, da deputada Claudia Pereira (PSC), aprovado segunda (18) pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulheres da Assembleia Legislativa. A iniciativa, que altera o inciso XVI, do artigo 2º da Lei Complementar 119, inclui ainda as mulheres nesta condição entre outras prioridades em serviços oferecidos pelo poder público.

“Precisamos cada vez mais garantir e ampliar os direitos das mulheres”, disse Claudia, que é vice-presidente da Comissão. Na reunião, presidida pela deputada Cantora Mara Lima, foi aprovado ainda o parecer favorável ao projeto 11/2017, do deputado Pastor Edson Praczyk (PRB), dispondo sobre a implantação de medidas de informação e proteção à gestante e parturiente contra a violência obstétrica.

Participaram ainda da reunião a deputada Cristina Silvestri e o deputado Felipe Francischini.

Coluna Boca Maldita desta terça, 19

Lula quer Requião
Na passagem por Curitiba, para depoimento ao juiz Sérgio Moro na quarta (13), o ex-presidente Lula reforçou o convite ao senador Roberto Requião para ingressar ao PT, no caso de expulsão/suspensão no PMDB. O convite tem incentivo da senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, e que o comando também o petismo no Estado. Requião gostou da conversa de Lula e espera uma aliança do PMDB/PT/PCdoB/Rede/PV/PPL para disputar o Governo do Estado em 2018. O PT integrou os dois últimos governos (2003-2010) de Requião no Paraná.

Presidência
Em outra hipótese, Requião se colocou à disposição para substituir Lula na chapa do PT na disputa presidencial de 2018. O senador disse que pode liderar uma frente de esquerda e barrar o entreguismo do governo Temer ao capital estrangeiro. Lula achou graça da proposta. Requião fez cara de sério.

É o horror!
“Até chegar o momento em que ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso”. Do general da ativa no Exército, Antonio Hamilton Mourão, secretário de economia e finanças da Força, dando a entender que seus “companheiros do Alto Comando do Exército” entendem que uma “intervenção militar” poderá ser adotada se o Judiciário “não solucionar o problema político”, em referência à corrupção de políticos.

Derrota
Os seguidos recordes nominais batidos pela Bolsa e a excitação dos executivos financeiros pintando um cenário cor-de-rosa para a economia têm uma só explicação: o mercado está convencido de que o risco de a esquerda vencer a eleição presidencial de 2018 está reduzida a zero. De acordo com Lauro Jardim, em O Globo, a equipe econômica acha que recuperação forte do nível de emprego só acontecerá mesmo último trimestre de 2018.

‘Higia’
Este é o nome da operação deflagrada ontem (18) pela Polícia Civil, que apura crimes de associação criminosa no Sudoeste do Estado. As suspeitas são de fraude em licitações, peculato, concussão, corrupção ativa e passiva, falsidade documental e lavagem de dinheiro, envolvendo servidores públicos, empresários e vereador de Pato Branco, Clevelândia e Saudade do Iguaçu.

‘Higia’ II
Foram presos temporariamente 3 (três) secretários municipais, 1 (um) vereador, 1 (um) servidor público municipal, 1 (uma) servidora pública estadual e 3 (três) empresários de Pato Branco.

Fake news
Aproximadamente 12 milhões de pessoas difundem notícias falsas sobre política no Brasil. Os dados foram levantados pelo Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas para o Acesso à Informação (Gpopai) da Universidade de São Paulo (USP).

Fake II
Se considerada a média de 200 seguidores por usuário, o alcance pode chegar a praticamente toda a população brasileira. O dado, de acordo com o Estadão, é resultado de um monitoramento com 500 páginas digitais de conteúdo político falso ou distorcido no mês de junho.

Um general prega o golpe. E nada acontece com ele

Ricardo Noblat

Nem o Ministério da Defesa, nem o Exército tomaram qualquer providência até ontem à noite para punir o general Antonio Hamilton Mourão que na última sexta-feira, em palestra para maçons reunidos em Brasília, defendeu um golpe militar caso o Poder Judiciário não tire de cena políticos corruptos.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, ora em tratamento de saúde, limitou-se a dizer que “o problema” estava superado. A Procuradoria Geral da Justiça Militar informou que analisou a fala de Mourão e não encontrou “nenhum ilícito penal previsto no Código Penal Militar”.

O ministro Raul Jungmann, da Defesa, disse em nota que “há um clima de absoluta tranquilidade e observância aos princípios de disciplina e hierarquia constitutivos das Forças Armadas”. Anunciou por fim que convocara o comandante do Exército “para esclarecer os fatos” e examinar “medidas cabíveis a serem tomadas”. Continue lendo

Coluna Boca Maldita desta segunda, 18

Bacamarte
“Acredito que a gestão do procurador Rodrigo Janot na Procuradoria-Geral da República foi sem dúvida alguma a mais infeliz, a mais desastrosa. Faltou institucionalidade, houve abuso de poder, houve tentativa de transformar a Procuradoria em palanque político. O procurador-geral quase que chegou à situação tal qual o personagem principal do livro ‘O Alienista’. Ao final de seu mandato, quase que o procurador-geral pediu sua própria prisão preventiva”. Do ministro do STF, Gilmar Mendes, em Foz, ao criticar o procurador-geral Rodrigo Janot, comparando-o ao médico Simão Bacamarte, personagem criado por Machado de Assis em “O Alienista”, que resolver internar a si próprio em um hospício.

Pecúlio
As audiências da Operação Pecúlio, que estavam programadas para a sexta (15), devem ser retomadas nesta segunda (18). O adiamento foi necessário devido ao acidente doméstico sofrido pelo ex-prefeito Reni Pereira, que caiu de uma altura de quatro metros. Devido a queda, Reni ficou inconsciente, foi medicado, passou por uma série de exames e até chegou a receber alta na noite de sexta, mas precisou ser internado novamente na tarde de sábado (16), após sentir dores. O ex-prefeito é réu em ações penais que investigam um suposto esquema de corrupção na prefeitura.

Zeca aliviado
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu o arquivamento de inquérito da Lava-Jato aberto para investigar o deputado Zeca Dirceu (PT-PR), filho do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu. O relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF) é o ministro Edson Fachin, a quem cabe tomar a decisão. A praxe, segundo a imprensa nacional, é referendar o arquivamento quando o pedido parte da PGR. O caso está em segredo de Justiça.

Acelerando
Os pré-candidatos a sucessão do governador Beto Richa (PSDB) estão pisando fundo na busca pela simpatia dos eleitores. No sábado (16), em Cornélio Procópio, o prefeito Amim Hannouche (PSDB) participou do encontro suprapartidário do PSD junto com o deputado Ratinho Junior. Segundo ele, a cidade e toda região norte não só reconhece Ratinho Junior como uma liderança política, mas também como um gestor preparado para liderar o maior projeto de desenvolvimento do Paraná.

Oportunidades
Pelo menos 15 órgãos abrem inscrições hoje (18) para 1.404 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários chegam a R$ 14.098,35 na Prefeitura de Pomerode (SC).

Com Giacobo
A deputada Claudia Pereira (PSC) aproveitou a ida até Brasília, na última semana, onde participou do 1° Seminário Internacional de Educação ao Longo da Vida – A Educação de Jovens e Adultos com Deficiência, para visitar o primeiro-secretário da Câmara, o deputado federal Fernando Giacobo. “Tratamos de assuntos importantes para os nossos municípios”, disse.

Indústria de delações
Em nota à imprensa nesta sexta (15), a senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, diz que a delação alinhavada pelo ex-ministro Antônio Palocci (PT) – que compromete o ex-presidente Lula e lideranças do petismo, incluindo ela – faz parte de um “método criminoso de coagir réus presos” e que “transformou a Vara de Curitiba numa indústria de delações”.

Tremores de terra assustam moradores de cidades do Paraná

Tremores de terra foram sentidos na madrugada desta segunda (18) em várias cidades da região serrana do Paraná. De acordo com o Centro de Sismologia da USP, o evento, que teve magnitude de 3,5 graus, ocorreu em Itaperuçu, a cerca de 25 quilômetros de Curitiba. A instituição chegou a registrar eventos em Rio Branco do Sul e São Jerônimo da Serra, mas retificou a informação após revisar dados e não confirma sismos nessas duas cidades. As informações de Veja/Agência Brasil.

Segundo o Corpo de Bombeiros, municípios próximos, como Almirante Tamandaré, Campo Magro e Rio Branco do Sul sentiram o abalo no início da madrugada, segundo o Corpo de Bombeiros. A corporação afirma que não houve registros de pedidos de socorro até 6h. Após os tremores, moradores da região serrana postaram no Twitter relatos sobre o acontecimento e imagens com pequenos danos em suas residências, como vidros quebrados e rachaduras.

“Ouvi um barulho parecido com um deslizamento de rochas, bem claro mas não alto, de curta duração, uns 3 segundos. Estava sentada na cama. Senti a casa vibrar e o rebaixamento de gesso do teto do quarto estalou uma vez”, diz um relato registrado no site do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP).

Curitiba é uma indústria de delações, diz Gleisi

Em nota à imprensa nesta sexta-feira, 15, a senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, diz que a delação alinhavada pelo ex-ministro Antônio Palocci (PT) – que compromete o ex-presidente Lula e lideranças do petismo, incluindo ela – faz parte de um “método criminoso de coagir réus presos” e que “transformou a Vara de Curitiba numa indústria de delações”.

Ao citar “Vara de Curitiba”, Gleisi ataca o juiz Sérgio Moro, responsável pelo julgamentos dos réus da Lava Jato, e não poupa os procuradores do Ministério Público Federal. Sem declinar nome, Gleisi alude sobre a competência do advogado do ex-ministro que negocia os termos da delação do petista junto ao MPF.

“A se confirmar, na forma de delação oficial, o que foi vazado seletivamente para a imprensa, o ex-ministro será mais um condenado que desistiu de se defender e passou a mentir sobre Lula e o PT para satisfazer os procuradores da Lava Jato”, pontua a petista. Continue lendo

Deputada Claudia Pereira encaminha a Giacobo demandas de municípios do PR

A deputada Claudia Pereira (PSC) aproveitou a ida até Brasília durante a semana, onde participou do 1° Seminário Internacional de Educação ao Longo da Vida – A Educaçâo de Jovens e Adultos com Deficiência, para visitar o primeiro-secretário da Câmara, o deputado federal Fernando Giacobo. “Tratamos de assuntos importantes para os nossos municípios”, disse.

Delação de oito executivos da OAS chega ao STF e atinge Lula, Dilma e aliados de Temer

Depois das delações da Odebrecht e da JBS, que provocaram estragos no mundo político e indignação no país ao revelar esquemas de corrupção arquitetados ao longo dos últimos governos, será revelada a versão de mais uma empresa sobre conchavos feitos com o poder público. Chegou nesta sexta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) a colaboração premiada de oito executivos da OAS, uma das empreiteiras acusadas de desviar dinheiro de contratos da Petrobras para pagar propina a políticos. O material é extenso e tem conteúdo comprometedor para aliados do presidente Michel Temer, além de atirar nos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.As informações são de Carolina Brígido n’O Globo.

Quando todos achavam que a denúncia apresentada contra Temer na última quinta-feira era a última flechada do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a delação da OAS aterrissou no dia seguinte no tribunal para turbinar ainda mais a Operação Lava-Jato. O material foi enviado à mais alta Corte do país porque os delatores falaram de crimes supostamente cometidos por pessoas com direito ao foro privilegiado, como parlamentares e ministros de Estado. Há a expectativa de que integrantes do Judiciário também tenham sido citados.

As provas apresentadas pelos delatores incluem montanhas de papel e mídias com depoimentos gravados. Tudo está protegido por segredo de Justiça. Não há previsão da divulgação do teor da colaboração. Entre os delatores cujos nomes estão em sigilo não está o ex-presidente da OAS, José Adelmário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro. Ele está preso por ordem do juiz Sergio Moro, que conduz julgamentos da Lava-Jato na primeira instância. Os depoimentos prestados por ele ao Ministério Público Federal (MPF) ainda são aguardados no STF para os próximos dias. Continue lendo

Ratinho Junior está preparado para liderar o maior projeto de desenvolvimento do Paraná

Neste sábado, 16, em Cornélio Procópio, o prefeito Amim Hannouche (PSDB) participou do encontro suprapartidário do PSD junto com o deputado Ratinho Junior. Amim Hannouche disse que a cidade e toda região norte não só reconhece Ratinho Junior como uma liderança política, mas também como um gestor preparado para liderar o maior projeto de desenvolvimento do Paraná.

“Nós reconhecemos Ratinho Junior também como um empresário de sucesso, um administrador com uma trajetória positiva. E quem fala da sua pouco experiente, está enganado. A história de trabalho como empresário e político traduz a boa experiência de quem está preparado para o desafio de liderar o maior projeto de desenvolvimento que o Paraná espera e precisa”, disse Amim Hannouche, presidente da Associação dos Municípios do Norte do Paraná.

Foto: arquivo/Google

Coluna Boca Maldita desta sexta, 15

Orientação médica?
“Nosso Garotinho até tentou, você viu, até tentou fazer o programa hoje, mas a voz foi embora, e a orientação médica é que ele pare de falar. Agora ele tem que se cuidar”. Do locutor Cristiano Santos, explicando os motivos da parada brusca de Anthony Garotinho em seu programa na Rádio Tupi do Rio de Janeiro, nesta quarta, 13. A “orientação médica”, em questão, era na verdade, o codinome da viatura da Polícia Federal “que chegou para recolher um velho freguês do banco traseiro”, como desnudou o jornalilsta Augusto Nunes.

Meirelles candidato
A bancada do PSD na Câmara dos Deputados convidou quarta (13), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a ser candidato à Presidência da República pelo partido ano que vem. Meirelles recebeu a proposta com entusiasmo, mesmo que não tenha respondido imediatamente.

É o caminho
O deputado Evandro Roman (PSD-PR), que participou do almoço, acredita que a política adotada por Meirelles é o caminho para manter o Brasil no rumo do crescimento econômico.

Outubro Rosa
A vice-governadora Cida Borghetti recebeu quarta o grupo H.O.G. Curitiba, formado por harleyros e que todos os anos promovem ações para a campanha do Outubro Rosa de combate ao câncer. A ação que está na sua quarta edição tem como meta arrecadar neste ano R$ 1 milhão para o Hospital Erasto Gaertner, referência em diagnóstico e tratamento do câncer no Sul do Brasil. Cida confirmou presença.

Devagar
O ex-senador Osmar Dias (PDT), bem ao seu estilo, disse que não vai acelerar a sua campanha. Não é hora, diz, segundo Fábio Campana. Vai esperar clarear a reforma política, as implicações judiciais e os arreglos que correm solto, mas sem amarras definitivas.

Devagar II
Quanto ao PMDB, Osmar é assediado pelos prefeitos e por todos os deputados da sigla, menos Maurício Requião, filho de Requião. Vai esperar a hora certa para fechar acordos.

“Bolivariano”
Já o blogueiro Esmael Morais anotou que o presidente da Venezuela Nicolás Maduro elogiou o pronunciamento de Osmar Dias contra a privatização da Eletrobras. Em vídeo, Osmar Dias fez inveja até o mais radical “bolivariano” ao defender o monopólio da água e da energia considera por ele como “estratégicos” ao desenvolvimento.

As turras
No final de julho, Osmar detonou o venezuelano ao abrir uma divergência pública com a direção nacional do PDT que apoia Maduro.

Gasolina mais salgada
Notícia ruim para os proprietários de veículos. A partir desta sexta (15), o preço da gasolina sofrerá nova alta, acumulando 11,07% em um mês, segundo cálculo baseado nos reajustes diários divulgados pela Petrobras. É o resultado da nova política da empresa, adotada no início de julho, que permite revisão dos preços diariamente.

Joesley Batista desconfia que pode ser traído por Ricardo Saud

 

O clima entre os delatores da J&F é de desconfiança. Joesley Batista e seu irmão, Wesley, acreditam que o executivo Ricardo Saud pode traí-los caso a negociação com o Ministério Público Federal para preservar benefícios que obtiveram no acordo de delação premiada naufrague.

POR DENTRO
Há um temor de que Saud dê informações detalhadas ao MPF sobre as discussões internas que envolveram a colaboração do grupo.

DE LONGE
A desconfiança é antiga. Em seu depoimento à PGR (Procuradoria-Geral da República), o advogado da J&F, Francisco de Assis, relata que desde fevereiro, quando a possibilidade de colaborar com a Justiça começou a ser discutida na empresa, suspeitou que Saud “estava pronto para delatar o Joesley”. Assis alertou o chefe.

NA MESMA HORA
A impressão surgiu porque, assim que começaram a falar sobre delação, Saud “já trouxe tudo pronto (…) toda a documentação, inclusive com bilhetes”, diz Assis.

LÍNGUA SOLTA
Executivo de confiança de Joesley, Saud teve desentendimentos na J&F e chegou a se afastar por um período da empresa. Ele costumava falar mal do chefe inclusive com pessoas que depois chegou a delatar.

 

PF prende Wesley Batista e cumpre novo mandado contra Joesley

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira, 13, o sócio do holding J&F Wesley Batista, presidente executivo do grupo. Os agentes também cumprem novo mandado de prisão contra Joesley Batista, já preso em Brasília. A informação foi confirmada pela PF de São Paulo. Trata-se da segunda fase da Operação Tendão de Aquiles, que apura o uso de informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro. As informações são de Júlia Cople n’O Globo.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal do estado. Joesley está detido em caráter temporário desde domingo por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, depois que o Ministério Público Federal (MPF) pediu a prisão do empresário na sexta-feira.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, entendeu que Joesley e o diretor de relações institucionais do grupo, Ricardo Saud, omitiram informações dos investigadores em sua delação premiada, o que quebraria as cláusulas do acordo de colaboração. Em sua defesa, Joesley destacou que a conversa com Sauda era “elocubração de bêbados”. Continue lendo

Older posts

© 2017 Boca Maldita

Layout por Poolbliq ComunicaçãoUp ↑