Escrito por 11:32 Sobre quem

Rádios do Paraná repudiam casal Gleisi e Paulo Bernardo

Compartilhe

Essa semana realizamos em Curitiba o primeiro Congresso de Rádio Comunitária do Paraná. Na avaliação de todos foi um sucesso. Para quem não sabe, hoje são cerca de 254 emissoras em todo o Estado. No entanto, o motivo dessa matéria é para alertar toda imprensa do Paraná quanto o descaso por parte do ministro das comunicações, Paulo Bernardo e de Gleisi Hoffamnn, ministra-chefe da Casa Civil. Na verdade, não queremos discutir o trabalho realizado pelas rádios comerciais e rádios comunitárias. O objetivo é para alertar a todos os veículos de comunicação seja rádio, tv ,jornais e revistas o quanto não são prestigiados por esses pseudos paranaenses que lá estão para nos representar e defender os interesses do nosso Estado.

Durante o período eleitoral a senhora Gleisi, então candidata ao Senado Federal, usou e abusou dos veículos de comunicação para fazer sua campanha. O Rádio foi o seu principal aliado. Nós, diretores de emissoras abrimos as portas para a senhora Gleisi e para o senhor Paulo Bernardo e sua assessoria. Depois de eleita a então senadora Gleisi Hoffmann continuou ocupando esse espaço nas rádios do Estado. Todavia, depois que foi para Casa Civil simplesmente desapareceu e virou as costas para todos nós. A grande verdade é que não temos acesso nem no Ministério das Comunicações como na Casa Civil. A inoperância e incompetência predominam nesses ministérios.

Trecho de carta enviado ao blog pelo Sindicato das Rádios Comunitárias do Paraná. Clique no (mais…) e leia a íntegra

Rádios do Paraná repudiam Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann

Essa semana realizamos em Curitiba o primeiro Congresso de Rádio Comunitária do Paraná. Na avaliação de todos foi um sucesso. Para quem não sabe, hoje são cerca de 254 emissoras em todo o Estado. No entanto, o motivo dessa matéria é para alertar toda imprensa do Paraná quanto o descaso por parte do ministro das comunicações, Paulo Bernardo e de Gleisi Hoffamnn, ministra-chefe da Casa Civil. Na verdade, não queremos discutir o trabalho realizado pelas rádios comerciais e rádios comunitárias. O objetivo é para alertar a todos os veículos de comunicação seja rádio, tv ,jornais e revistas o quanto não são prestigiados por esses pseudos paranaenses que lá estão para nos representar e defender os interesses do nosso Estado.

Durante o período eleitoral a senhora Gleisi, então candidata ao Senado Federal, usou e abusou dos veículos de comunicação para fazer sua campanha. O Rádio foi o seu principal aliado. Nós, diretores de emissoras abrimos as portas para a senhora Gleisi e para o senhor Paulo Bernardo e sua assessoria. Depois de eleita a então senadora Gleisi Hoffmann continuou ocupando esse espaço nas rádios do Estado. Todavia, depois que foi para Casa Civil simplesmente desapareceu e virou as costas para todos nós. A grande verdade é que não temos acesso nem no Ministério das Comunicações como na Casa Civil. A inoperância e incompetência predominam nesses ministérios.

Lá, eles não conseguem resolver absolutamente nada. Ninguém está pedindo nada que esteja fora da lei, o que queremos é celeridade aos processos que tramitam principalmente no Ministério das Comunicações . O senhor Paulo Bernardo tem um assessor chamado Genildo que mais parece chefe do ministro. O cidadão não consegue resolver os assuntos que são encaminhados para a sua pasta. Em síntese, nada funciona no Ministério das Comunicações na gestão do senhor Bernardo.

Na Casa Cilvil é pior. Como disse anteriormente, a senhora ministra Gleisi Hoffamnn quando saiu do Senado virou as costas para a imprensa paranaense. Na Casa Civil colocou uma assessora prepotente, mal educada, despreparada e arrogante chamada Dayane Hirt. Essa assessora durante a campanha de Gleisi nos ligava todos os dias pedindo espaço para a então candidata Gleisi.

Hoje, ninguém consegue falar com essa senhora. Quando a gente liga para ela na Casa Civil não atende e não retorna as ligações. Nas últimas semanas essa mesma Dayane voltou a ligar para as rádios pedindo espaço e encaminhando áudios da senhora Ministra, Gleisi Hoffamnn.

Por que será que agora a senhora Dayane está precisando desses veículos que até recentemente não existiam?? Será que é porque 2014 está se aproximando? Será que a senhora Dayane Hirt acha que a gente esqueceu o quanto ela foi incompetente, arrogante e sem condições de ocupar o cargo que ocupa? Não, não esquecemos. Como também não esquecemos que os grandes culpados da indicação desses despreparados assessores, Genildo e Dayne Hirt , são verdadeiramente Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann respectivamente.

Desafio algum diretor de emissora do Estado do Paraná que tenha tentando resolver algum assunto no Ministério das Comunicações e tenha sido atendido. Desafio também algum colega de imprensa do Estado que tenha procurado a Casa Civil e tenha sido atendido. Se tiver algum colega que tenha conseguido essa façanha, parabéns!!!
Não podemos esquecer que hoje a ministra, Gleisi Hoffmann, é a segunda mulher mais importante do País. Por que ela não ajuda os veículos de comunicação do Estado do Paraná com verbas publicitárias do Governo Federal??? Ela não tem autonomia em todos os segmentos do governo??? Quando era senadora dizia que não ajudava porque o seu gabinete não tinha verba publicitária.Não tem desculpa, não tem perdão. Hoje, a realidade é outra. Ela não ajuda os pobres veículos de comunicação porque ela não tem compromisso com o Paraná.

Aviso importante

Queremos alertar a todos os veículos de comunicação seja rádio comercial, comunitária, TV, jornal e revista que abram o olho quando forem procurados por essas assessorias acima mencionados. Podem ter certeza que daqui pra frente eles vão nos procurar, sim. O que devem fazer? Fica a critério de cada um. É engraçado que quando nos manifestamos quanto a atitude desses políticos que foram eleitos para defender os nossos interesses, somos taxados de perseguidores ou estamos sendo patrocinados por alguém.

Não, não somos perseguidores e não estamos sendo patrocinados por ninguém. Aqui representa apenas o nosso repúdio a esse tipo de política adotada pelos nossos representantes. Querem nos calar, mas não vão conseguir. No Congresso realizado na última semana em Curitiba tivemos a oportunidade de mostrar a todos quem são Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo.

Agora é a vez das rádios comerciais que vão realizar Congresso que será realizado em novembro, em Foz do Iguaçu, em mais um encontro de radiodifusores promovido pela Aerp (Associação de Emissoras de Rádio do Estado do Paraná), mostrarem o que representam esses políticos para o nosso Estado, ou melhor, ou que eles não representam.

Não temos dúvidas que o ministro das comunicações, Paulo Bernardo, a senhora Gleisi Hoffmann e seus assessores de meio tigela estarão nesse Congresso em Foz de Iguaçu. Será a hora de esses radiodifusores falarem a verdade. Será a hora de mostrar a realidade e a dificuldade que passam essas emissoras, será a hora da união de todos nós, independente do veículo de comunicação.

A nossa manifestação contra esses nossos representantes tem que ocorrer. Se os radiodifusores que procuraram Gleisi e Paulo Bernardo e foram maltratados por seus assessores estiverem contentes tudo bem. A nossa parte foi feita e continuará sendo feita. As portas estão fechadas para Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann. Diante mão aproveitamos a oportunidade para pedir a senhora Dayane Hirt que não perca seu tempo ligando para as nossas rádios para pedir espaço para Gleisi Hoffmann. Aliás, que voz irritante tem essa senhora Dayane Hirt. Pedimos também que essa nossa mensagem seja retransmitida para os demais companheiros. O que foi dito no Congresso, será ratificado aqui: Paulo Bernardo e Gleisi Hoffamnn são lobos em pele de cordeiro. Por isso, representam um risco ao Estado do Paraná.

Indignação

Lamentamos profundamente a atitude do blogueiro de Curitiba, Esmael Moraes, que criticou o primeiro Congresso de rádios comunitárias e ainda nos acusou que realizamos esse Congresso patrocinado pelo governo do Estado para criticar Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann.

Caro Esmael, realmente realizamos esse Congresso para encontrarmos um caminho para atender as nossas reivindicações. O nobre amigo não vive a realidade dos Radiodifusores para falar tanta bobagem. E sabe por que o companheiro usou o seu blog para criticar o nosso Congresso? Porque diferentemente da nossa realidade, o nobre colega recebe verbas da senhora Gleisi Hoffmann, Paulo Bernardo e ainda do gabinete do senador Sérgio Souza para se manter. Portanto, caro amigo, você não tem moral para tecer criticas aos radiodifusores. Lembro que os radiodifusores “quando” recebem alguma verdade é legal, por se tratar de verba institucional, bem diferente da forma que o nobre jornalista recebe. Cuidado no que escreve. Afinal, essa sua atitude não contribui em nada.

Atenciosamente

Sindi Racom – Sindicato das Rádios Comunitárias do Paraná

Close