Escrito por 12:10 Brasil

Paulo Bernardo manda descontar os salários de carteiros em greve

Compartilhe

Paulo Bernardo manda descontar os salários de carteiros em greve

Do sindicato de bancários, Paulo Bernardo (Comunicações) tomou outro rumo. Mandou os Correios descontar os dias parados dos salários dos funcionários que estão em greve desde o dia 17 de setembro. “Se eles pediram para o TST julgar a greve, como podem tomar a decisão e descontar? Inclusive tem que ver quem deu margem à greve, o Tribunal que tem que julgar isso”, diz Anaí Caproni, da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios.

O dissídio coletivo dos Correios deverá ser julgado pelo TST porque não houve acordo entre a empresa e os trabalhadores.

Close