0 Shares 143 Views

O gigante acordou em Londrina: protesto contra tarifa termina em confusão

8 de janeiro de 2014
143 Views

0801marcoszanutto

(Foto: Marcos Zanutto)

A Folha de Londrina de hoje aponta que a manifestação contra o aumento da tarifa do ônibus, ontem à noite, resultou em agressão e depredação do terminal e do ônibus. Um grupo formado por 120 manifestantes, a maioria estudantes, se reuniu em frente ao Teatro Ouro Verde às 18 horas e passou a caminhar gritando palavras de ordem pela redução da tarifa de ônibus, que subiu de R$ 2,30 para R$ 2,65.

O protesto começou pacífico e circulou pelo Calçadão e pelas ruas Hugo Cabral e Benjamin Constant. Na sequência, o grupo ocupou o Terminal Urbano pacificamente, deixando o local pela Avenida São Paulo logo depois. Foi neste momento que a manifestação se polarizou em dois grupos. Um deles forçou uma porta de aço da entrada da Avenida São Paulo e tentou ocupar o terminal pulando as catracas, mas foi impedido pelos seguranças. Esse mesmo grupo passou a pichar as paredes do terminal.

Um adolescente foi apreendido e um maior preso por picharem um coletivo. Havia um grupo que insistia em repreender quem tentava furar o bloqueio das pistas da Avenida Leste-Oeste, mesmo quando havia crianças a bordo do veículo. A Polícia Militar acompanhou o protesto a distância, apenas fechando o fluxo de algumas vias para desviar o trânsito.

Quando escureceu, o grupo que insistia no protesto acendeu duas fogueiras na Avenida São Paulo, esquina com a Leste-Oeste. Três ônibus tiveram seus vidros quebrados pelos manifestantes. Um número reduzido de participantes da manifestação, que seguia concentrado ao lado do Terminal Urbano por volta das 22 horas, dispersou-se com a chegada das equipes do Pelotão de Choque da Polícia Militar, que não precisou intervir para controlar o protesto.

Mais notícias para você: