0 Shares 5004 Views

23,3 mil alunos de Ponta Grossa já estudam em tempo integral

8 de fevereiro de 2019
5004 Views

 

O ano letivo começou em Ponta Grossa hoje, 06, com números expressivos em relação à inclusão de alunos na educação em tempo integral da Rede Municipal. Com a construção e ampliação das escolas e extensão do período de permanência dos estudantes, a cidade já possui 75% das unidades em tempo integral. No total, 23,3 mil crianças estudam nessa
modalidade. Informações do Blog do Jhonny.

Na Educação Infantil, até 05 anos, 91% das crianças frequentam em período integral, um total de 9,7 mil alunos. Já no Ensino Fundamental, até 10 anos, são 66% dos estudantes, um total de 13,6 mil. Dos 145 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e escolas, 131 já oferecem o tempo integral.

A secretária de Educação, Esméria Saveli, ressalta os investimentos necessários para que o ensino pudesse atingir o atual patamar. “A educação integral representa um novo pensamento para o ensino em nossa cidade. Com ela, nós buscamos a ampliação não somente do tempo de permanência da escola, mas da ampliação do acesso ao conhecimento, com mais conteúdo para estes alunos, com mais qualidade de ensino e mais aprendizado. Para isso, estamos realizando um grande investimento em infraestrutura e também na qualificação dos nossos professores”, comenta a secretária.

NOVOS PROFESSORES – Não foram somente os mais de 31 mil alunos das escolas municipais que iniciaram o ano letivo de 2019 com turmas novas. Este também será o primeiro ano de trabalho para 230 professores, aprovados em concurso público e que foram convocados pela Prefeitura. A maioria já iniciou o trabalho com as turmas. Letícia Romanowicz Moreira, licenciada em Ciências Biológicas, foi a primeira colocada no concurso. Ela recebeu hoje os alunos do quarto ano da Escola Municipal Zilá Bernadete Bach, no Jardim Dom Bosco.

“Eu estava bem ansiosa para o começo das aulas. Estou bem animada”, disse a professora. Leticia passou em primeiro lugar entre 2.178 candidatos ao cargo de professor 40 horas. “Penso que podemos trazer coisas novas para as crianças e crescer juntos. Eu sabia que as escolas eram bem estruturadas, pesquisei o Ideb e escolhi uma escola que tem uma fama muito boa, que sempre está na mídia com notícias boas”, contou a educadora, que deseja melhorar a escola ainda mais.

“Este é um lugar de transformação de vidas, é através da educação que a gente consegue melhorar o nosso futuro”, acredita. (Com assessoria).

link da matéria

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.