por 22:32 Sem categoria

Orçamento do Dnit prevê duplicação da BR 469 para 2017

gilmar-piola

Uma articulação coordenada pelo Codefoz – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu conseguiu incluir, de última hora, o projeto de duplicação da BR 469, a Rodovia das Cataratas, no orçamento do Dnit – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes para o próximo ano. As informações são da Gazeta do Iguaçu

“Com apoio do diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Jorge Samek, que telefonou para o senador Eduardo Braga, relator-geral do Orçamento da União para o próximo ano, e o deputado federal Toninho Wandscheer, coordenador da bancada paranaense, emplacamos uma emenda no orçamento do Dnit que garante o início das obras já em 2017”, afirma o secretário-geral do Codefoz, Gilmar Piolla, que coordenou as articulações.

Segundo ele, a emenda aprovada, no valor de R$ 10 milhões, é suficiente para iniciar as obras, mas haverá necessidade de remanejamento de verba dentro do orçamento do Dnit para conclusão do projeto. “Sabemos que a retomada dos investimentos em infraestrutura vai depender da recuperação da economia. Por isso, já iniciamos uma articulação com a superintendência regional e a direção do Dnit e também com o deputado Fernando Giacobo para assegurar o remanejamento dos recursos necessários. O importante é que a janela orçamentária foi aberta e a inclusão do projeto garantida”, afirma o secretário-geral do Codefoz.

A duplicação de 8,7 quilômetros da BR-469, abrange trecho entre o trevo de acesso à Ponte Tancredo Neves, que vai pra Argentina, e o portão de entrada do Parque Nacional do Iguaçu. Projetos básicos e executivos de engenharia, assim como o licenciamento ambiental, já foram doados ao DNIT em julho deste ano.

A previsão é que a rodovia seja alargada nos dois lados e receba avenidas marginais em boa parte do trecho, assim como ciclovias nos dois lados da pista, duas passarelas de pedestres, dois passa-bichos, cinco retornos em nível, um viaduto de acesso ao aeroporto, duas trincheiras em frente aos hotéis Panorama e Wish Resort, ponte elevada no rio Tamanduá e uma rotatória nas proximidades da entrada do Parque Nacional do Iguaçu. Custo total das obras está previsto em R$ 98 milhões.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com