0 Shares 179 Views

Tulio Bandeira quer a iniciativa privada na administração de presídios do Paraná

24 de agosto de 2014
179 Views

Tulio Bandeira quer a iniciativa privada na administração de presídios do Paraná

O domingo (24 de agosto) começou com a notícia de mais uma rebelião nos presídios do Paraná. Em Cascavel, no Oeste do Estado, mais de mil detentos se rebelaram e fizeram dois agentes e dois presos de refém, situação que permanece inalterada até o início da noite.

Pelas redes sociais da internet, o advogado e candidato do PTC ao Governo do Estado, Tulio Bandeira, lamentou a rebelião em Cascavel. “Falta gestão pública competente para ter coragem de fazer parcerias público privadas. É urgente resolver o problema de superlotação de presídios”, afirmou.

Em seu Plano de Governo, Tulio Bandeira propõe criar as Parcerias Público Privada (PPPs) e acabar com o problema de gestão dos presídios, colocando os detentos para trabalhar em setores e áreas como construção civil, agricultura. “Cada dia trabalhado reduz a pena e dá mais condições de ex-detento se reintegrar ao mercado de trabalho”, diz.

Tulio Bandeira anuncia que também irá cobrar do Judiciário “respostas rápidas aos processos”, reduzindo a superlotação de presos com processos parados há muitos anos.

A rebelião na Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC), começou por volta das 6h30 da manhã. De acordo com o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), os presos tomaram conta de toda a penitenciária, à exceção do prédio administrativo, que foi bloqueado pela Polícia Militar (PM).

Os presos reclamam da estrutura, alimentação e higiene da penitenciária. Cerca de 80% da unidade está destruída. Eles invadiram o telhado da penitenciária e queimaram colchões.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.