0 Shares 492 Views

Soldado Fruet reivindica que Colégio Militar de Foz mantenha nome histórico

30 de agosto de 2019
492 Views

Em atendimento a mais um clamor da comunidade da região de Foz do Iguaçu, o deputado estadual Soldado Fruet (PROS) já iniciou tratativas com o Governo do Paraná para que o Colégio da Polícia Militar mantenha o nome Bartolomeu Mitre. Criado em 1927, o colégio estadual mais antigo do município passa neste ano por uma fase de transição para implementação definitiva do modelo pedagógico da Polícia Militar do Paraná (PMPR) em janeiro de 2020.

Resultado de imagem para colegio estadual bartolomeu mitre foz do iguaçu“Estou lutando para manter a viva a história da nossa sociedade iguaçuense, já que se trata de um patrimônio da cidade”, diz o Soldado Fruet. A princípio, a exemplo do que ocorreu na criação de outros colégios militares, como os de Londrina e Maringá, o colégio perderia a denominação atual e passaria a se chamar Colégio da Polícia Militar de Foz do Iguaçu. Mas o de Curitiba, por exemplo, que se chamava inicialmente Colégio da Polícia Militar do Paraná, em 1981 passou a incorporar a nomenclatura Coronel PM Felippe de Souza Miranda, em homenagem ao seu primeiro comandante diretor.

No caso de Foz do Iguaçu, o desejo da comunidade, endossado pela direção e apoiado pelo Soldado Fruet, é que a instituição passe a se chamar Colégio da Polícia Militar General Bartolomeu Mitre. “Isso depende de um decreto do governador, pois só ele tem autonomia para mudar o nome”, explica o deputado do PROS.

Nesta quinta-feira (29), o Soldado Fruet se reuniu com o diretor de ensino da PMPR e comandante da Academia Policial Militar do Guatupê, coronel Ronaldo de Abreu, para pleitear a manutenção do nome Bartolomeu Mitre. “Vou encaminhar a solicitação ao governador e creio que não haja nenhum impedimento para ele atender essa vontade popular”, afirma o deputado.

HISTÓRICO

O colégio foi fundado em 1927, sendo a primeira instituição de ensino público de Foz do Iguaçu, com o nome Grupo Escolar Caetano Munhoz da Rocha, quando este era o governador do Estado. Em 1951, no governo seguinte, o grupo escolar foi rebatizado com o nome de Bartolomeu Mitre, em homenagem ao general argentino considerado herói por impedir que tropas paraguaias invadissem o país durante a Guerra do Paraguai.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.