Escrito por 16:20 Justiça

Senado vai investigar propina na Petrobras

Compartilhe

1403sodois

Por iniciativa dos tucanos Aloysio Nunes (SP) e Paulo Bauer (SC), a Comissão de Relações Exteriores do Senado aprovou, por unanimidade, a criação de uma comissão conjunta com a Câmara dos Deputados para investigar denúncia de corrupção na Petrobras. “Queremos atuar com os deputados nessas investigações”, disse o presidente do colegiado, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES).

Os senadores querem informações da investigação feita na Holanda sobre a SBM Offshore, que presta serviços para a indústria petrolífera. Segundo denúncia de um ex-funcionário da companhia, US$ 250 milhões foram pagos de propina, entre 2005 e 2011. Desse total, US$ 139 milhões teriam sido destinados a funcionários da Petrobras. No fim de 2013, a SBM Offshore, que tem contratos com a companhia brasileira para aluguel de plataformas, admitiu em uma nota a existência de investigação interna para apurar práticas impróprias, cometidas por funcionários.

Close