Santa Terezinha de Itaipu sedia Jogos de Aventura e Natureza em dezembro

Santa Terezinha de Itaipu será anfitriã dos Jogos de Aventura e Natureza, na etapa Lindeiros, que será realizada no município nos dias 4 e 5 de dezembro. O projeto inovador une a prática esportiva, o turismo e a natureza em um evento itinerante.

Serão disputadas no município as modalidades esportivas de Hand Beach e Paraciclismo. “Os Jogos de Aventura e Natureza marcam a retomada dos eventos esportivos em nosso município. Estamos felizes e ao mesmo tempo ansiosos para as competições. Não vamos medir esforços para recolocar nossa cidade de volta ao cenário esportivo”, destacou o secretário de Esportes e Lazer, Rêmulo Ramalho.

Haverá troféu e medalhas para as equipes classificadas em 1º, 2º e 3º lugar, além de premiação aos atletas destaques das partidas. Para participar das competições, os interessados devem acessar o site oficial do evento, para confirmar a participação.

Evento – Na edição deste ano, os JANS acontecem em 2 etapas, em 20 municípios de duas regiões do Estado: Litoral e Lindeiros, num total de 30 modalidades. As competições evidenciam as belezas do Paraná, estimular o turismo e movimentar a economia.

Os jogos foram realizados no litoral do Paraná de 29 de outubro a 07 de novembro. A 2ª etapa que acontece nos municípios lindeiros tem início no dia 26 de novembro e segue até o dia 05 de dezembro.

Inscrições
Hand Beach: www.paranahandebol.com.br.
Paraciclismo: www.agendaoffroad.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ratinho Junior conhece detalhes das medidas restritivas das nove cidades do oeste

O governador Ratinho Junior (PSD) conheceu nesta quarta-feira, 12, detalhes das medidas determinadas pelas nove cidades do extremo oeste na prevenção da covid-19. ” O uso de máscara e álcool gel e higiene constante das mãos devem continuar”, disse Ratinho Junior que recebeu o prefeito Chico Brasileiro no Palácio Iguaçu em Curitiba.

“Estamos muito preocupados. Mesmo com a vacinação, as medidas sanitárias devem continuar”, completou Ratinho Junior. O deputado Hussein Bakri, que representa Foz no Legislativo, e o secretário João Carlos Ortega (Desenvolvimento Urbano e Obras) acompanharam o encontro.

Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Itaipulândia, Medianeira, Missal, Serranópolis do Iguaçu, Ramilândia e Matelândia fazem parte da estrutura de atendimento da 9ª regional de saúde.  

Demandas
Chico Brasileiro relatou ao governador Ratinho Junior que a decisão foi tomada de forma conjunta pelas nove cidades e as demandas apresentadas ao Ministério da Saúde em Brasília. O prefeito pediu que  o número de vacinas contra a covid seja proporcional aos moradores que são atendidos na cidade que podem duplicar a população de 255 mil habitantes.

“O governador entendeu bem a recomendação das cidades da 9ª regional e as demandas apresentadas por Foz do Iguaçu em Brasília. Além da vacinas, precisamos de insumos para o teste  (RT-PCR) do coronavírus,  já que temos um convênio importante com a Itaipu Binacional”, completou. O prefeito ainda se reuniu com o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

As nove cidades da região decidiram nesta terça-feira, 11, em Medianeira, adotar medidas mais restritivas aos finais de semana para reduzir o número de casos e hospitalizações. O fechamento das atividades e a restrição da circulação de pessoas acontecerá neste e no próximo final de semana com fechamento do comércio às 17 horas de sábado e toque de recolher das 18h de sábado até as 5h de segunda-feira.

Em Foz do Iguaçu, a ocupação de leitos de UTI está em 100% no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, referência no tratamento para a região Oeste. Nos nove municípios da região são quase 50 mil casos da doença desde o início da pandemia e 1.071 óbitos, 813 em Foz.

“Ao flexibilizarmos as medidas restritivas, o número de casos voltou a subir e a preocupação é viver novamente o que vivemos em março. Será devastador. O hospital municipal está com 100% de leitos de UTI ocupados, mas não temos profissionais para trabalhar, por isso não temos como abrir novos leitos”, disse Brasileiro.

Comando do Estado do Paraná visita sede do Corpo de Bombeiros de Santa Terezinha de Itaipu

Na tarde desta terça-feira, 16, a prefeita Karla Galende e o vice Vanio Morona, visitaram a obra de reforma e ampliação da sede do Corpo de Bombeiros de Santa Terezinha de Itaipu.

Na ocasião, juntamente com o comandante do Corpo de Bombeiros de Santa Terezinha de Itaipu, 2º Ten. QOBM Jessé, as autoridades recepcionaram o comandante geral do Paraná, Cel QOBM Gross, o comandante regional, Ten-Cel QOBM Diogo, e o subcomandante do 9º Grupamento de Bombeiros, Major QOBM Leonel, durante passagem pelo município.

“É um prazer estar em Santa Terezinha de Itaipu e ver o quanto está sendo investindo no quartel para garantir um atendimento de qualidade para população. É gratificante acompanhar uma obra tão grandiosa. Esse é um dos quarteis mais modernos da região e que servirá de referência para os municípios vizinhos”, disse o comandante geral do Paraná, Coronel Gross.

O tenente-coronel Diogo, acrescentou que “ficou impressionado com a estrutura do corpo de bombeiros e que a obra representa progresso aos militares, que poderão contar um espaço novo e adequado para preparação e, consequentemente, um melhor atendimento para comunidade”.

Investimento – A obra de reforma e ampliação elevou a estrutura do corpo de bombeiros para 936 metros quadrados, quase o dobro da capacidade operacional, quando o quartel foi inaugurado em 2008.

Com 85% dos trabalhos concluídos, o investimento vai garantir melhores condições de trabalho para os bombeiros militares, por meio da nova rampa para viaturas de grande porte, quatro novos almoxarifados, academia para preparação física no pavimento térreo, sala de instrução e dormitório feminino, no pavimento superior e a construção da tão esperada piscina semiolímpica para instrução de mergulho, natação e atividades de preparação física.

O projeto com as novas adequações atende os padrões exigidos pelo comando do Corpo de Bombeiros do estado do Paraná. O investimento é de mais de R$ 800 mil reais, com recursos próprios do Município.

Assessoria